quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Em comunicado, Jon Jones aceita punição e se diz feliz com investigação da USADA

Jon Jones não ficou feliz com a punição imposta pela comissão de arbitragem da USADA (agência antidopagem norte-americana). O ex-campeão emitiu um comunicado oficial após a decisão de que ele terá que cumprir um ano de suspensão por falhar no doping antes do UFC 200, em julho deste ano.

Neste comunicado, Jones admite que esperava uma decisão mais branda em seu favor, mas se disse feliz por conta de o resultado ter provado que ele não fez uso de substâncias proibidas de maneira intencional. O ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) também agradeceu aos fãs, patrocinadores, treinadores e ao UFC pelo apoio.

Como a punição de Jon Jones é retroativa ao dia em que ele foi flagrado no doping, o americano poderá retornar ao octógono mais famoso do mundo na metade do ano de 2017. Até lá, Bones garantiu que seguirá treinando duro. Veja abaixo o comunicado do lutador na íntegra:

"Apesar de estar esperançoso em um desfecho melhor na decisão da USADA hoje (segunda), eu respeito bastante o processo em que eles me permitiram me defender. Eu sempre mantive a minha inocência e estou muito feliz que ficou claro que não ingeri qualquer substância banida intencionalmente. Estou agradecido que na investigação da USADA eles determinaram que eu 'não sou um trapaceiro no esporte'. Ficar livre dessas acusações foi muito importante para mim. Eu trabalhei duro dentro e fora do octógono para recompor minha imagem e minha carreira de lutador. Vou pegar esses próximos oitos meses para continuar meu treinamento e o meu crescimento, como homem e atleta. Obrigado a todos os meus fãs, companheiro de equipe, treinadores, patrocinadores e ao UFC pelo suporte contínuo"





Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário