quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Wanderlei Silva deve enfrentar Sonnen em 2017

Uma das maiores rivalidades da história do MMA pode, finalmente, ter seu desfecho dentro do cage. O brasileiro Wanderlei Silva deve enfrentar Chael Sonnen em 2017. Ao menos é o que garante Scott Coker, presidente do Bellator.

Em entrevista ao 'FloCombat', o mandatário do principal rival do UFC revelou que Wanderlei Silva vem pedindo incessantemente para encarar o rival desde que o norte-americano assinou com o Bellator. São mensagens e ligações que o brasileiro faz ao dirigente para exigir esse combate.

"Desde que o Bellator contratou Chael Sonnen, acredite, nós temos recebidos mensagens e ligações do Wanderlei dizendo que ele quer essa luta. Então, acho que vocês verão essa luta em algum momento em 2017 pelo Bellator", garantiu Coker.

O duelo só pode ocorrer a partir de maio de 2017 por conta de uma punição imposta pela Comissão Atlética de Nevada (NSCA, na sigla em inglês) ao brasileiro. O órgão inicialmente baniu Wanderlei eternamente do esporte por fugir de um teste antidoping em 2014, mas depois voltou atrás e deu três anos de suspensão.





"Nós temos um contrato com o Wanderlei Silva mesmo antes do Rizin aparecer para ele. Com o contrato que nós temos com ele, ele não estará disponível para lutar para nós até estiver livre pela Comissão Atlética de Nevada. Acho que em maio ele estará livre para competir no Bellator", explicou.

Wanderlei Silva e Chael Sonnen atingiram o ápice da rivalidade quando foram escalados para serem treinadores do TUF Brasil 3, também em 2014. Os atletas chegaram às vias de fato durante a gravação, mas a luta entre eles nunca aconteceu por conta de problemas com o doping dos dois lados.

Por: ESPN
Foto: GettyImages

Nenhum comentário:

Postar um comentário