quinta-feira, 14 de julho de 2016

Rani Yahya finaliza estreante invicto e vai a terceira vitória seguida no UFC

Na segunda luta da noite do card preliminar do UFC: McDonald x Lineker, em Sioux Falls, Rani Yahya venceu a terceira seguida dentro da organização. O brasileiro finalizou Matthew Lopez aos 4m19s, no terceiro round, pelo peso-galo (até 61kg), com um katagatame e acabou com a invencibilidade do adversário. Com o triunfo, o ex-campeão mundial de jiu-jítsu chegou a 22ª vitória na carreira, que também conta com oito derrotas e um "No Contest" (luta sem resultado). Já Lopez foi derrotado pela primeira vez na carreira, após sair vencedor em oito lutas anteriores.

O primeiro round começou com os dois lutadores trocando nos primeiros 30 segundos. Pouco depois, o brasileiro tropeçou no cage, agarrou o adversário e o levou ao chão. Porém, Lopez conseguiu ficar por cima, mas não quis manter a luta no solo e se levantou. Faltando dois minutos para o término da luta, o americano aplicou um direto e tentou encaixar a chave de braço no brasileiro. Yahya conseguiu se defender, saiu da posição e buscou a perna do oponente. Com menos de um minuto para o fim, Lopez controlou o brasileiro no chão, mas não pôde finalizar o combate e o round inicial chegou ao fim.

Logo no início do segundo assalto, Lopez tentou uma joelhada voadora, mas recebeu um direto de Yahya. O brasileiro puxou a luta para a guarda, tentou trabalhar o jogo no chão e pegar o braço do adversário, mas foi surpreendido e quase pego em um triângulo invertido. Yahya saiu da posição, fez a transição para os 100 quilos e ficou golpeando o americano no ground and pound, faltando menos da metade do round. O americano inverteu a posição, assumiu o controle por cima, mas os dois lutadores se levantaram. O brasileiro conectou um direto e o adversário acusou o golpe. Yahya levou a luta para o chão, tentou puxar o braço, mas o americano se defendeu e não deixou o brasileiro finalizar a luta.

O último round mal começou e Yahya já levou a luta para o chão, mas Lopez não quis saber da luta agarrada e se levantou. O brasileiro derrubou o oponente novamente, mas não desenvolveu muito a luta no solo. Após o árbitro da luta falar para os lutadores trabalharem, Yahya foi para a guarda do oponente e aplicou golpes no ground and pound. O brasileiro foi para as costas do adversário, mas não aproveitou a oportunidade, porém, Yahya passou para o katagatame e finalizou o adversário.




CHOOKAGIAN ESTREIA NO UFC E MANTÉM INVENCIBILIDADE CONTRA MURPHY

Na última luta do card preliminar da noite, a estreante Katlyn Chookagian venceu Lauren Murphy por decisão unânime dos juízes. As lutadoras do peso-galo (até 61kg) chegaram ao último round empatadas, com Chookagian tendo vencido o primeiro e Murphy o segundo. No derradeiro assalto, os juízes consideraram que a estreante foi superior e deram triplo 29-28 para ela. Com o resultado, Chookagian continua invicta e chega a oito vitórias. Esse foi o terceiro revés de Murphy em quatro lutas no UFC. O cartel da lutadora é de nove vitórias e três derrotas.

ALVEY FINALIZA SPICELY COM GUILHOTINA JUSTA NO PRIMEIRO ROUND

Após duas derrotas seguidas, Sam Alvey não tomou conhecimento do estreante Eric Spicely. O sorridente lutador conseguiu uma bela guilhotina aos 2m43s do primeiro assalto e finalizou o rival, em duelo pelo peso-médio (até 84kg). Esta foi a 27ª vitória da carreira de Alvey, que também tem oito reveses e um "No Contest" (luta sem resultado). Já Spicely perdeu sua invencibilidade, que durava oito lutas.

A primeira luta feminina da noite, pelo peso-palha (até 52kg), foi vencida por Cortney Casey aos 2m36s do primeiro round por nocaute técnico. A americana derrubou Cristina Stanciu, montou e terminou o duelo no ground and pound. Essa foi a primeira vitória de Casey no UFC, após duas derrotas. Com o triunfo, Casey tem um cartel de cinco vitórias e três derrotas. Stanciu tem cinco vitórias, mas amargou a segunda derrota na carreira em duas lutas no UFC.

HOLTZMAN VENCE PFISTER E DEIXA RIVAL EM SITUAÇÃO DELICADA

Na terceira luta da noite, Scott Holtzman teve atuação sólida e venceu Cody Pfister por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28), pelo peso-leve (até 70kg). Esta foi a nona vitória de Holtzman na carreira, em 10 confrontos. Seu único revés foi justamente em seu compromisso anterior, quando foi superado por Drew Dober por pontos. Pfister, por sua vez, ficou em situação difícil na companhia, já que perdeu a terceira em quatro atuações desde que foi contratado pelo Ultimate.

ALEX NICHOLSON VIRA E VENCE DEVIN CLARK POR NOCAUTE

O primeiro round caminhava para vitória do estreante no Ultimate, Devin Clark. O lutador tentou um katagatame, conectou uma boa esquerda que fez o rival dobrar os joelhos, mas, aos 4m57s, recebeu um duro golpe de Alex Nicholson que o levou a knockdown. Nicholson partiu para cima e "apagou" seu adversário com mais alguns golpes, vencendo por nocaute, na primeira luta do card preliminar, válida pelo peso-médio (até 84kg) recuperando-se da derrota em sua estreia na organização, quando foi finalizado por Misha Cirkunov, em fevereiro deste ano.

CARD PRELIMINAR:

Katlyn Chookagian venceu Lauren Murphy por decisão unânime (triplo 29-28)
Sam Alvey venceu Eric Spicely por finalização aos 2m43s do R1
Cortney Casey venceu Cristina Stanciu por nocaute técnico aos 2m36s do R1
Scott Holtzman venceu Cody Pfister por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Rani Yahya venceu Matthew Lopez por finalização aos 4m19s do R3
Alex Nicholson venceu Devin Clark por nocaute aos 4m57s do R1

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário