quinta-feira, 7 de julho de 2016

Jon Jones é pego no antidoping e luta principal do UFC 200 é Lesnar x Hunt

Uma bomba explodiu na noite desta quarta-feira em Las Vegas. Jon Jones foi novamente pego no exame antidoping e está fora do UFC 200. O anúncio foi feito por Dana White, que revelou que o flagrante foi feito em um teste fora do período de competições pela USADA, e a organização não teve tempo de buscar um novo adversário para Daniel Cormier. Com isso, a luta entre os dois foi retirada do card, e o duelo entre Brock Lesnare Mark Hunt passa a ser a luta principal do torneio.

- Jon Jones foi pego em um teste feito pela USADA no dia 16 de junho, no período fora de competições. A USADA vai cuidar de todo o processo, para que o atleta possa ter um processo justo. Porém, como Jones estava escalado para competir contra Cormier, não tivemos tempo suficiente para fazer esse julgamento, e ele foi retirado do card. Por isso, a luta entre Brock Lesnar e Mark Hunt vai ser agora a luta principal - disse Jeff Novitsky, responsável pelo programa antidoping do UFC.

Ao seu lado, Dana White não escondia o abatimento, e disse ter recebido a notícia nesta quarta-feira, quando jantava. A organização convocou a imprensa de surpresa para um anúncio horas após a coletiva oficial do evento, que contou com a presença de todos os atletas do card principal.

- Isso é tudo o que eu sei. Claro que ele tem a chance de se provar inocente novamente, e eu estou super desapontando. Fiquei sabendo da notícia hoje, e imediatamente liguei para a imprensa. A Comissão Atlética de Nevada é informada primeiro, depois nós e em seguida eles notificam o lutador.

Não sabemos ainda se ele pediu para a contraprova. Quando eles testam, se algo aparece, eles ficam malucos e testam muitas vezes, e nunca nos passam um resultado até terem absoluta certeza de que é positivo. Claro que isso é devastador para Daniel Cormier, não só mentalmente, mas também fisicamente. Financeiramente também, porque ele iria receber sua parcela no pay-per-view. Isso foi devastador para o Cormier e para a sua família e eu quero que ele tenha uma nova luta assim que possível. Nós temos o maior programa antidoping desse esporte e estava jantando quando recebi essa ligação. Tudo estava indo tão perfeito, todo mundo saudável. Foi uma ligação brutal. Mas faz parte do jogo, acontece. Nosso time vai ter que mudar todos os outdoors lá fora para colocar o Lesnar e o Hunt. Isso é um saco, mas é o que fazemos - disse Dana White.





O presidente do UFC ainda informou que Jon Jones foi notificado também nesta quarta-feira, disse não saber se o fato é uma violação da liberdade condicional de Jones e também revelou que Daniel Cormier não receberá uma compensação financeira por ter tido a luta retirada do card.

- Geralmente quando é um cara que não faz muito dinheiro e isso acontece, ele aparece e nós o compensamos. Mas Cormier ganha muito dinheiro e não receberá essa compensação.

O Ultimate não revelou a substância flagrada no exame, nem a USADA. Como o lutador tem direito a pedir a contraprova, a substância só é revelada no final do processo ou antes, com a autorização do atleta.

UFC 200
9 de julho de 2016, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL (a partir de 23h de Brasília)

Peso-pesado: Brock Lesnar x Mark Hunt
Peso-galo: Miesha Tate x Amanda Nunes
Peso-pena: José Aldo x Frankie Edgar
Peso-pesado: Cain Velásquez x Travis Browne

CARD PRELIMINAR (a partir de 20h de Brasília)

Peso-galo: Cat Zingano x Julianna Peña
Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Kelvin Gastelum
Peso-galo: TJ Dillashaw x Raphael Assunção
Peso-leve: Sage Northcutt x Enrique Marin
Peso-leve: Diego Sanchez x Joe Lauzon
Peso-médio: Gegard Mousasi x Thiago Marreta
Peso-leve: Jim Miller x Takanori Gomi

Por: Evelyn Rodrigues, Marcelo Barone e Marcelo Russio/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário