quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Um dia após adeus, Cro Cop é o 1º suspenso por violar nova norma de doping

Mirko Cro Cop surpreendeu a todos na terça-feira, quando anunciou sua saída do card do UFC que será realizado na Coreia do Sul e ainda avisou que a lesão no ombro que sofreu era a gota d'água para sua aposentadoria. Mas, não é só. O Ultimate divulgou, na noite desta quarta-feira, que ele violou o regulamento novo antidoping da organização. É o primeiro caso desde que a Usada (Agência Antidoping dos EUA) assumiu a política de combate ao uso de substâncias ilícitas.

"O UFC anunciou hoje que a luta entre Mirko Cro Cop e Anthony Hamilton na Coreia do Sul foi cancelada. A Usada notificou Mirko Cro Cop e o UFC que ele está suspenso provisionalmente, devido a uma potencial violação da política antidoping", afirmou o Ultimate, em um comunicado.

"A Usada, administradora independente da política antidoping do UFC, vai mandar os resultados e informações do caso para Cro Cop e informações serão dadas no decorrer do processo.





A nota não informa que tipo de violação foi observada e não fica claro, portanto, se ele apenas usou alguma substância ilícita, pega em exame, ou se violou outra regra - como se negar a colher amostras, ou não informar sua localização periodicamente, para garantir estar sujeito a testes surpresa.

Cro Cop, uma lenda dos tempos de Pride, já se aposentou uma vez, retornou ao UFC neste ano e venceu Gabriel Napão na revanche entre eles. A luta contra Anthony Hamilton seria a segunda desde seu retorno.

Na terça-feira, ele anunciou que não poderia participar do combate e disse: "Eu estou ciente que terei que encerrar minha carreira de artista marcial. (Meu corpo já passou) por nove cirurgias e se tornou propenso a lesões. Minha próxima luta seria a octogésima de minha carreira (em todos os esportes), e isso é muita coisa. Especialmente nestas competições como K-1, Pride, IGF e UFC."

Por: Uol Esporte
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário