terça-feira, 17 de novembro de 2015

Técnico de Thominhas aprova luta entre pupilo e Faber: "Seria um show"

Sensação do MMA brasileiro, Thomas Almeida começa a se colocar dentre os melhores lutadores do peso-galo após emplacar quatro vitórias consecutivas no UFC. O brasileiro, que ocupa a sétima posição no ranking oficial da categoria, não tem previsão para retornar ao octógono, porém, deverá ser colocado contra uma "pedreira".

Treinador de Thominhas, Diego Lima deixa claro que evita escolher oponente para o pupilo, mas não esconde que Urijah Faber, que tem luta marcada contra Frankie Saenz, dia 12 de dezembro, no UFC 194, seria um bom nome para encarar o brasileiro, em 2016.

- O Faber tem nome, está sempre nas cabeças, é bom para caramba. Seria uma luta chamativa, seria um show. Ele tem ótimo wrestling, já disputou o cinturão da categoria, é um lutador duríssimo. Acredito que seria uma boa luta para o UFC vender. Eu acredito que a tendência é darem oponentes cada vez mais difíceis ao Thominhas, embora não exista moleza no UFC - declarou o líder da Chute Boxe.

Na última semana, John Dodson desafiou Thominhas. "The Magician", que perdeu duas disputas de cinturão dos moscas para Demetrious Johnson, provocando sua subida ao peso-galo, coloca o brasileiro em sua alça de mira. O confronto, no entanto, não agrada a Diego Lima.





- O Dodson é duro, seria um lutão, mas ele está chegando agora na categoria depois de ficar nos moscas. Está vindo de derrota, não tirou o cinturão do Demetrious Johnson. É uma maneira de tentar furar a fila, por saber que a categoria é concorrida por ter caras como Assunção, Sterling, Dillashaw, Dominick Cruz, Barão... O desafio dele nada mais é do que uma forma de chegar na divisão ficando entre os tops. Não vejo o porquê dessa luta, com todo o respeito ao Dodson.

Dono de quatro bônus do UFC em quatro lutas, Thominhas - que participa do programa "Revista Combate", nesta terça-feira, às 20h, soma 21 vitórias no MMA e está invicto. Em sua última atuação, no UFC São Paulo, dia 7 de novembro, ele nocauteou Anthony Birchak no primeiro round e fez a festa dos compatriotas e companheiros de equipe, que estiveram no Ginásio do Ibirapuera.

Por: Marcelo Barone/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário