quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Jacaré exige luta por cinturão e até 'ameaça' Dana White: 'Não tem mimimi'

Número dois no ranking da categoria dos médios do Ultimate, o brasileiro Ronaldo Jacaré não quer saber de história se vencer o cubano Yoel Romero no UFC 194, dia 12 de dezembro, em Las Vegas. O lutador já recebeu a promessa de disputar o cinturão contra o vencedor de Chris Weidman e Luke Rockhold, que se enfrentam no mesmo card.

Jacaré se mostrou insatisfeito com as recentes "furadas de fila" na categoria. Sobrou até para o patrão Dana White, com uma pitada de bom humor.

"É o seguinte. Caso vença o Romero, o que vai acontecer, vou lá e pegarei o Dana White. Não dá para pegar o outro [Joe Silva]. Ele é pequenininho [risos]. Não quero saber quem vai ganhar, não tem mimimi. Sei que sou o próximo. O meu objetivo é passar por ele e disputar o cinturão. O Rockhold furou a fila, já passou da minha hora. Não terei uma luta fácil e estou preparado para combater os três rounds. Só penso em pegar o cinturão", afirmou.





"Vou lutar em um card grandioso e estou motivado pela oportunidade. É sempre um estímulo para o lutador saber que disputará o cinturão. Mas estou concentrado no Romero. Ele é um adversário duríssimo. Tão forte que nem deveria existir", completou.

A forma brutal como o cubano venceu os últimos oponentes, principalmente o brasileiro Lyoto Machida, não preocupa Jacaré. No entanto, o especialista em Jiu-Jitsu deixou nas entrelinhas o que pretende fazer para triunfar no combate.

"Será uma grande luta. A melhor da noite. É treinar e me adequar ao estilo dele, pois é uma forma bem complicada de lutar. Não costumamos encontrar adversários assim. Mas estou preparado independente de qualquer coisa. Analisei todas as lutas do Romero. É importante lembrar que ele sempre caiu também. Estou bem de mão, mas a minha parada é o Jiu-Jitsu. Espero que a luta acabe com uma finalização. É a minha aposta. Me sinto bem nas transições e se cair em posição favorável, vou pegar para ele não sair", encerrou.

Por: Vinicius Castro/UOL
Foto: Vinicius Castro/UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário