quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Herb Dean aponta erro de Yamasaki ao interromper luta de Belfort

Vitor Belfort conquistou uma importante vitória no último fim de semana ao nocautear Dan Henderson no primeiro round da luta principal do UFC São Paulo. Mas, apesar de ter acertado um excelente chute alto e vários golpes na sequência, alguns questionaram a ação de Mario Yamasaki, o árbitro central do duelo.

Isso porque Hendo pareceu apagar em determinado momento, mas logo depois se recuperou e após a luta ser interrompida o americano parecia estar bem para continuar. Nada melhor do que outro árbitro para comentar a decisão de Yamasaki e por isso Bruce Buffer, announcer oficial do Ultimate, foi ouvir em seu podcast a opinião de Herb Dean, um dos mais experientes juízes de MMA e que estava presente no Ginásio do Ibirapuera.

"É difícil dizer se que teria feito algo diferente. Acho que a maior diferente foi o quão próximo Mario estava (de interromper) naquele momento. Dan já tinha ido desabado. Ele levou alguns socos e Mario estava quase a ponto de tocá-lo. Acho que se Mario estivesse um passo atrás, o que ele poderia facilmente fazer, ou com uma visão diferente, ele poderia ter percebido naquele segundo que Dan estava ali e continuava no jogo", explicou Dean.





Para o árbitro, a decisão tendo que ser tomada em fração de segundos pode ter atrapalhado Yamasaki e talvez até ele mesmo faria diferente se fosse em outro dia e ocasião diferente.

"Não posso dizer que seria diferente ou que não seria diferente. Acho que em um dia diferente Mario poderia ter tomado uma decisão diferente. Acho que ele estava tomando a decisão quando tocou no Dan. Ele percebeu que Dan estava o chutando. Ele viu Hendeson ir. Viu sua cabeça ficar mole", concluiu.

Apesar das colocações de Herb Dean, Hendo foi questionado após a luta se achava que a luta tinha sido interrompida precocemente e negou. O americano preferiu não colocar a culpa da derrota no árbitro e afirmou apenas que Yamasaki fez o seu trabalho.

Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário