sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Desafeto confesso, Cigano comemorou vitória de Werdum sobre Cain

Desafeto de Fabricio Werdum desde o primeiro combate entre os dois, em 2008, Junior Cigano revelou ter aberto mão da rivalidade por um tempo e torcido pelo compatriota no combate contra o Cain Velásquez. O motivo era simples: a vitória brasileira o recolocava no caminho do cinturão dos pesados do UFC.

"Ainda bem que ninguém gravou, mas comemorei em casa quando o Werdum ganhou", afirmou Cigano, em evento na academia Les Cinq Gym, em São Paulo. "Isso fez com que eu parasse de ter que lutar contra a política do evento".

Cigano e Velásquez se enfrentaram três vezes no UFC. Na primeira, o brasileiro venceu e conquistou o cinturão dos pesados. Nas outras duas revanches, porém, vitória do norte-americano. Com isso, uma quarta chance havia ficado quase impossível para Cigano.

"Toda vez que eu cogitava uma revanche, as pessoas questionavam o fato de ser uma quarta luta. Óbvio que eu queria ser o responsável por derrotar o Velásquez, mas foi bom (a vitória do Werdum", completou.

Sem a nova chance de lutar pelo cinturão, Junior Cigano tem luta marcada para o dia 19 de dezembro. O número 2 do ranking dos pesados do UFC enfrentará o holandês Alistair Overeem.





Por: Brunno Carvalho/UOL Esporte
Foto: Fernando Borges/Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário