segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Ben Henderson derrota Masvidal por pontos na luta principal do UFC Seul

O peso-meio-médio, aos poucos, vai se tornando a "casa" de Ben Henderson no Ultimate. O ex-campeão dos leves, que fez, neste sábado, sua segunda luta pela categoria de cima, derrotou Jorge Masvidal por decisão dividida dos jurados (47 a 48, 48 a 47, 48 a 47) depois de cinco rounds intensos. "Bendo", que havia finalizado Brandon Thatch, em fevereiro, começa a mostrar suas credenciais na divisão.

- Queria tirar o chapéu para o Jorge, que foi um cara muito difícil. Preciso trabalhar mais, estou aprendendo muito, estou evoluindo - declarou "Smooth", ainda dentro do cage.

Esta foi a 11ª vitória por pontos da carreira de Henderson, que soma 23 resultados positivos em seu cartel. Embalado pelo nocaute sobre Cezar Mutante, Masvidal perdeu pela 10ª vez, porém, teve uma boa atuação para quem aceitou substituir Thiago Pitbull com pouco tempo de antecedência.

A luta

Jorge Masvidal dominou o centro do octógono, colocando três chutes nas costelas de Ben Henderson no primeiro round. O ex-campeão peso-leve do UFC tentava responder e chegou a derrubar o adversário, que se desequilibrou ao receber um cruzado de direita. "Bendo" não se intimidava, conectava boa quantidade de golpes em Masvidal e ficou perto de quedá-lo no fim do round.

Na segunda etapa, Ben Henderson e Masvidal voltaram a trocar golpes em pé. Quando "Bendo" se desequilibrou ao soltar um chute, "Gamebred" capitalizou, encurralando o oponente, que precisou se virar para sair da grade. Masvidal apostava na combinação de jab e direto e não economizava nos chutes altos. Henderson, porém, demonstrava ofensividade, variando chutes, socos e joelhadas. Ambos tentaram, sem sucesso, finalizações na guilhotina. "Bendo" terminou a segunda parcial pontuando, com o rival encolhido nas grades.





O terceiro round iniciou mais equilibrado. Eles trocaram golpes, posições na grade e, a 1m30s para o cronômetro zerar, Masvidal tomou as rédeas, emplacando os chutes nas costelas. "Bendo" acusou um golpe baixo no último segundo, quando foi chutar e acabou acertado.

Quando a quarta parcial começou, Ben Henderson tratou de ir para o single leg, enquanto acertava o calcanhar nas canelas e na coxa do oponente. Masvidal conseguiu girar e sair da posição, mas logo depois voltou a ficar imprensado contra a tela. Henderson, enfim, quedou Masvidal, que se levantou rapidamente e, na sequência, deu o troco, deixando o compatriota no chão. A dez segundos do fim, Henderson conectou ótima joelhada voadora no oponente, que levantou os braços para mostrar que não sentiu a potência do golpe.

O sucesso da joelhada fez Ben Henderson repetir a dose no quinto assalto. Fisicamente mais inteiro, o ex-campeão dos leves mergulhou nas pernas do adversário para quedá-lo, mas deixou o pescoço à mostra. "Gamebred" investiu no estrangulamento, bem defendido pelo atleta da MMA Lab. "Bendo" cinturou o oponente, aplicando joelhadas na coxa do oponente, que girou e cedeu a posição a Henderson, que buscou as costas a todo custo. Implacável, Ben Henderson não deu espaços a Masvidal e sacramentou o triunfo.

RESULTADOS COMPLETOS

Ben Henderson venceu Jorge Masvidal por decisão dividida (47 a 48, 48 a 47, 48 a 47)
Dong Hyun Kim venceu Dominic Waters por nocaute técnico a 3m11s do R1
Alberto Miná venceu Yoshihiro Akiyama por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29, 29 a 28)
Doo Ho Choi venceu Sam Sicilia por nocaute técnico a 1m33s do R1
Dongi Yang venceu Jake Collier por nocaute técnico a 1m50s do R2
Mike de la Torre venceu Yui Chul Nam por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29, 29 a 28)
Tae Hyun Bang venceu Leo Kuntz por decisão dividida (28 a 29, 29 a 28, 29 a 28)
Seo Hee Ham venceu Cortney Casey por decisão unânime (triplo 29 a 28)
Fredy Serrano venceu Yao Zhikui por nocaute técnico aos 44s do R1
Marco Beltran venceu Ning Guangyou por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29, 29 a 28)
Dominique Steele venceu Dong Hyun Kim por nocaute aos 27 segundos do R3

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário