segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Belfort avalia erro em derrota para Weidman: “Era só dar um passo atrás”

Estamos entrando na semana do último evento do UFC no Brasil na temporada. Em São Paulo, teremos a volta do astro que mais protagonizou cards no país: Vitor Belfort. Ele encerra sua trilogia contra o veterano Dan Henderson no ginásio do Ibirapuera. Mas o “Fenômeno” ainda não conseguiu esquecer seu último revés no octógono.

Em maio deste ano, ele acabou derrotado por Chris Weidman na disputa do cinturão dos médios, mesmo depois de estar em uma situação muito boa no combate. Em entrevista ao amigo César Augusto, no Esporte Espetacular, o brasileiro fez mais uma avaliação sobre seus erros naquele combate, que culminaram com sua derrota.

“Eu estava com a luta na mão, estava quase ganhando, mas faltou experiência, queria acabar logo a luta. No momento era só dar um passo atrás. O que levo disso? A gente vai fadigar, então na vida a gente tem que dar um passo atrás, respire”, explicou.

Mas o que é esse passo para trás? Belfort estava em uma boa sequência de golpes sobre Weidmand, mas em uma distância muito curta. Ou seja: eles eram menos potentes do que se estivessem em média distância e o campeão pode se defender com mais facilidade. “O segredo da minha vida é me reinventar. Viver mais um dia é ter mais um dia para aprimorar minhas deficiências”, completou.

Naquela luta, Vitor ainda teve outro erro. Ele não conseguiu se defender no chão quando Chris fez a montada e ficou golpeando por cima. Foi presa fácil, algo estranho para um cara que é faixa-preta de jiu-jítsu há tanto tempo. Na época, explicou que ficou sem reação, principalmente por ter usado muito do seu gás na sequência anterior de golpes.

Vitor Belfort e Dan Henderson fazem a luta principal do UFC São Paulo neste sábado. O card preliminar está marcado para começar às 22h (!) e o principal por volta da 1h (!!!) da madrugada. Será uma looonga noite, pessoal.





Por: Jorge Corrêa/UOL
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário