quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Toquinho se diz inocente, mas prevê punição após luta com Jake Shields

A defesa do cinturão dos meio-médios da World Series of Fighting (WSOF) contra Jake Shields ainda rende para Rousimar Palhares, o Toquinho. O lutador, que teve o título cassado, aguarda julgamento da Comissão Atlética de Nevada (NAC) após a finalização polêmica em segurou demais a kimura aplicada no americano. Com vontade de esquecer o dia da luta, o brasileiro prevê que será punido, mas mantém esperança de voltar a competir em breve.

- Meu empresário me informou que o julgamento será em novembro. Estamos aguardando uma boa data para os comissários. Como eu moro no Brasil, essa questão de deslocamento e hospedagem também precisa ser levada em conta. Não estou ansioso para o dia do julgamento porque sei que não fiz nada errado. Acho que serei punido sim, senão nem teria por que marcar um julgamento, mas espero que sejam justos, pois tudo que fiz foi durante a luta, não após o término dela, como fez o meu adversário - explicou.

A reportagem consultou a NAC sobre a data do julgamento nesta terça, mas não obteve retorno. Toquinho revelou que não quer lembrar da luta contra Shields. Desde a suspensão da WSOF em agosto se recupera de lesões no joelho e ombro esquerdos e aproveita o tempo livre para rever familiares.





- Depois da luta passei por uma cirurgia no menisco do joelho esquerdo e tratei lesões no ombro. Agora já estou melhor, continuo treinando normalmente, diminui o ritmo, porém voltei a dar foco no boxe. Estou na casa da minha mãe em Santo Antônio do Monte, no interior de Minas Gerais, e durante todo esse tempo eu fiz questão de não lembrar do americano e nem no dia da luta. Só que não vou esquecer de jeito nenhum as porradas que dei nele - relembrou.

Toquinho, que retorna para o Rio de Janeiro ainda em outubro para resolver detalhes da viagem a Las Vegas, disse que não pretende estar acompanhado por um advogado na sala de audiência.

- Será meu primeiro julgamento. Estou tranquilo, sei que não fiz nada errado. Não concordo quando falam que eu segurei ele. Mas agora é aguardar o julgamento. Pretendo mesmo é voltar a fazer o que amo em breve - concluiu.

Por: Bárbara Almeida/Globo Esporte
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário