domingo, 14 de junho de 2015

Werdum finaliza Velasquez em luta épica e conquista cinturão dos pesados do UFC

Fabrício Werdum fez história nessa noite de sábado (13), na capital mexicana,ao finalizar Cain Velasquez e unificar o cinturão dos pesados do UFC. O gaúcho mais uma vez mostrou a sua bravura ao assimilar uma verdadeira surra do americano no primeiro round e voltar para a segunda parcial como se nada tivesse acontecido.

Se dizem que de virada é mais gostoso, a vitória do brasileiro por finalização no terceiro round teve um sabor maior ainda e coroou o Brasil com o terceiro cinturão na maior organização de MMA do planeta, ao lado de José Aldo (66kg) e Rafael dos Anjos (70kg).

A luta

Velaquez começou a luta da maneira habitual, pressionando o o adversário na grade e minando a resistência de Werdum aos poucos. O americano chegou a conseguir um rápido knockdown no primeiro round, impôs seu jogo de espremer na grade e acertou as melhores combinações. Werdum conseguiu uma rápida queda, mas o americano logo voltou de pé.

No segundo round, os atletas partiram para a trocação franca e a luta pegou fogo. O brasileiro voltou recuperado e levou claramente a melhor, desfigurando 0 rosto de Cain e quase conseguindo um nocaute com boas combinações de socos retos e joelhadas no rosto do rival, que estava visivelmente fora de ritmo

Na terceira parcial, Velasquez voltou totalmente exausto após o atraso levado no round anterior e o brasileiro encontrou completamente a distância, desferindo socos limpos no rosto de Velasquez, que não conseguia reagir diante do massacre. Desesperado, o americano foi com tudo em busca da queda para fugir da trocação, mas caiu em uma armadilha do gaúcho, que quando levou uma 'double leg', já caiu com a guilhotina encaixada e sorrindo. Foram poucos segundos até Velasquez ser estrangulado, obrigado a dar os três tapinhas e perder o cinturão dos pesados do UFC.

Após a luta, o emocionado brasileiro enalteceu o adversário e revelou que treinou exaustivamente o movimento que lhe rendeu o cinturão. "Respeito muito o Velasquez, que é um cara duríssimo e com certeza eu daria uma revanche a ele. Treinei muito a guilhotina porque sabia que ele iria entrar nas minhas pernas, foi muita repetição e deu certo, agora é comemorar", disse o novo campeão.

Já Velasquez foi econômico nas palavras e, com o rosto completamente amassado, pediu desculpas ao público que lotou a arena "México City". "Peço perdão a todos aqui, tenho que voltar a treinar, peço desculpas a todos, mas na próxima a gente ganha. Irei voltar melhor", lamentou.





Confira abaixo os resultados completos do UFC 188:

Card principal

Fabrício Werdum finalizou Cain Velasquez aos 2:13 min do R3

Eddie Alvarez derrotou Gilbert Melendez na decisão dividida dos juízes

Kelvin Gastelum derrotou Nate Marquardt por nocaute técnico no R2

Yair Rodriguez derrotou Charles Rosa na decisão dividida dos juízes

Tecia Torres derrotou Angela Hill na decisão unânime dos juízes

Card preliminar

Henry Cejudo derrotou Chico Camus na decisão unânime dos juízes

Efrain Escudero finalizou Drew Dober com uma guilhotina aos 54 segundos do R1

Patrick Williams finalizou Alejandro Perez com uma guilhotina aos 23 segundos do R1

Johnny Case derrotou Francisco Trevino na decisão unânime dos juízes

Cathal Pendred derrotou Augusto “Dodger” Montano na decisão unânime dos juízes

Gabriel Benitez derrotou Clay Collard na decisão unânime dos juízes

Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário