quarta-feira, 24 de junho de 2015

Se fratura for confirmada, Aldo volta apenas em outubro, segundo treinador

Enquanto o futuro de José Aldo segue indefinido, algumas novidades sobre como sua lesão na costela ocorreu vão surgindo aos poucos. Com o campeão completamente recluso e distante da imprensa, todos aguardam novos exames para que finalmente se tome uma decisão definitiva sobre a participação ou não do manauara na luta principal do UFC 189, marcado para dia 11 de julho, em Las Vegas (EUA), diante do irlandês Conor McGregor.

Em conversa com o 'Combate', André Pederneiras deu mais detalhes sobre a reação do seu pupilo ao sentimento de dor pela lesão e a possibilidade de estar fora de uma das lutas mais aguardadas de 2015.

"Ele chorou, quer muito essa luta, foi um investimento de todos os lados. Estive com ele boa parte da tarde. Ele está arrasado, quer a luta de qualquer jeito. Agora tem que esperar o resultado do exame, o laudo. O Aldo está sentindo muita dor", disse Dedé.





A notícia de que José Aldo sofreu uma lesão durante os treinos e pode estar fora do UFC 189 caiu como uma bomba no mundo do MMA. Entretanto, lutas adiadas ou canceladas não chegam a ser algo tão incomum. Aliás, muito pelo contrário. Para provar isso, a Ag. Fight listou facilmente 15 lutas que foram tiveram problemas apenas nesses seis meses de 2015. Acompanhem:

O resultado desses novos exames devem vir a público apenas na quinta, mas pelas dores que o campeão sentiu logo após o golpe desferido pelo companheiro de treino Alcides Nunes e também pelos exames já feitos, a chance de Aldo lutar é pequena. Neste caso, o manauara iria levar cerca de quatro meses para estar apto a voltar ao octógono, de acordo com o treinador.

"Se a fratura for constatada realmente, o Aldo vai ter que ficar parado, sem fazer nada três ou quatro semanas até consolidar, para depois começar a fazer qualquer tipo de exercício sem forçar a costela. Com isso, ele precisaria do tempo normal para fazer uma luta: um camp de três meses. Acredito que essa luta não aconteceria antes de outubro", disse Dedé Pederneiras.

Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário