terça-feira, 16 de junho de 2015

Lyoto considera Yoel Romero um dos adversários mais duros de sua carreira

Lyoto Machida aceitou a luta contra Yoel Romero, programada para o dia 27 de junho, em Miami, um mês após ser nocauteado por Luke Rockhold. O revés ficou para trás, e o "Dragão" sabe que vem novo desafio pela frente para retomar o rumo da disputa do cinturão do peso-meio-pesado.

Em entrevista ao podcast "MMA Hour", na segunda-feira, Lyoto, que tem em seu histórico duelos com Mauricio Shogun, Rashad Evans, Randy Couture e Tito Ortiz, classificou Romero como um dos seus oponentes mais duros.

- Acho que Romero está no meu nível. É um grande lutador, que tem um excelente wrestling e sabe lutar e controlar a luta no chão, e tem também muitos nocautes no seu cartel. É completo. Vi algumas lutas dele nas Olimpíadas, mas não pensei na vantagem que tive contra wrestlers. Acho que Romero é um dos adversários mais duros da minha carreira, e sempre penso assim, para que o meu treino seja bastante duro. Glover Teixeira e outros grandes atletas estão me ajudando na preparação para essa luta, como Kenny Johnson e Kevin Casey. Romero não gosta muito de golpear à distância, e isso pode me favorecer um pouco.

Sexto colocado no ranking do peso-médio, Romero soma cinco vitórias consecutivas, e Lyoto sabe que uma vitória sobre o atleta da American Top Team pode tirar de cena um dos candidatos ao posto de desafiante ao título.

- Se eu vencer, estarei no bolo para a disputa do título novamente. Mas não quero pensar nisso agora, prefiro ficar com o meu foco totalmente voltado para o Romero.

Por falar em cinturão, Lyoto deu um pitaco no duelo entre Chris Weidman, campeão da categoria, e Luke Rockhold, cuja data ainda não foi definida pelo Ultimate. O carateca apostou na manutenção do título para "All American".

- É difícil dizer quem vai vencer, porque não estou vendo os treinos deles. Rockhold tem um bom jogo de chão e sabe lutar em pé. Weidman tem um ótimo controle de luta. Quem tiver o melhor plano de luta vai vencer. Acho que será Chris Weidman.

Lyoto também comentou a finalização de Fabricio Werdum sobre Cain Velásquez, consagrando o gaúcho como campeão do peso-pesado.

- Fiquei muito feliz com a vitória do Werdum, que é um grande amigo. Nós já treinamos juntos algumas vezes, e ele é um dos grandes lutadores do mundo. Ele não venceu por sorte, ele venceu Cain Velásquez em todos os aspectos da luta. Foi melhor na trocação, machucou bastante o Velásquez, e no chão ele finalizou muito bem. A vitória dele me inspira e me motiva muito para a minha luta.





TUF Brasil 4 Final
27 de junho, em Miami (EUA)

CARD DO EVENTO (até agora):

Peso-médio: Lyoto Machida x Yoel Romero
Peso-meio-médio: Erick Silva x Rick Story
Peso-meio-médio: Lorenz Larkin x Santiago Ponzinibbio
Peso-médio: Antônio Carlos Cara de Sapato x Eddie Gordon
Peso-médio: Thiago Marreta x Steve Bosse
Peso-meio-pesado: Nikita Krylov x Marcos Pezão
Peso-galo: Rani Yahya x Masanori Kanehara
Peso-pena: Hacran Dias x Levan Makashvili
Peso-meio-médio: Viscardi Andrade x Andreas Stahl

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário