quinta-feira, 25 de junho de 2015

José Aldo não deveria lutar se não estiver 100%

"A dor faz parte do uniforme do atleta", costuma dizer qualquer profissional que seja um competidor de alto nível.

Mas, caso a lesão de José Aldo tenha um mínimo de gravidade, ele não deveria enfrentar Conor McGregor no dia 11 de julho.

Quem já fraturou uma costela sabe o quanto é difícil conviver com essa lesão. Dói para respirar, para espirrar, tossir... Imagine levar golpes por ali!

Por mais que José Aldo seja um tremendo casca-grossa, colocar todo seu prestígio em jogo contra um cara tão duro quanto McGregor sem estar 100% é um tanto arriscado. O desafiante está longe de ser um frango d'agua para ser vencido facilmente sem estar nas melhores condições.





Ainda mais com a notícia vazando, certamente o irlandês marcará um alvo no corpo de Aldo para atingi-lo.

"Questão de dinheiro e marketing, por isso o Aldo topou". É o que muitos vão argumentar. E até faz sentido, ainda que a gente não saiba qual a real razão de ele ter decidido aceitar seguir no card.

Espero que José Aldo e seu técnico André Pederneiras tenham bom senso e que, caso a luta se mantenha, ele vá 100%.

Até porque bom senso é algo que o UFC não costuma ter. Ali, tudo é negócio...

Por: ESPN
Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário