terça-feira, 9 de junho de 2015

Anderson Silva pede novo adiamento para apresentar defesa contra doping

Após pedir, e conseguir, dois adiamentos, Anderson Silva protelou mais uma vez o envio de sua defesa para os flagrantes de doping antes e depois da luta contra Nate Diaz, no UFC 183, em janeiro de 2015. O brasileiro teve atendido o terceiro pedido de adiamento, e agora o prazo-limite para a entrega de sua defesa é o dia 7 de agosto. A confirmação foi dada pelo vice-procurador geral do Estado de Nevada, Christopher Eccles.

- As respostas do sr. Silva serão dadas no dia 7 de agosto.

Os advogados do Spider conseguiram dois adiamentos, em março e em maio, sempre com a alegação de que o lutador precisava de mais tempo para formular a sua defesa. Anderson Silva foi flagrado por uso de substâncias proibidas em exames feitos antes e depois da luta contra o americano Nick Diaz, em seu retorno ao MMA após a fratura sofrida na segunda luta contra Chris Weidman, no UFC 168, em dezembro de 2013.





Anderson Silva responde por dois exames positivos, um pré-luta e outro pós-luta. O lutador foi flagrado com as substâncias drostanolona e androsterona, dois esteroides anabolizantes, em teste realizado pouco menos de um mês antes do combate, em 9 de janeiro, mas o resultado só foi divulgado dois dias após a realização da luta. Posteriormente, foi revelado que um exame pós-luta apontou novamente a presença de drostanolona, além de duas outras substâncias proibidas, os ansiolíticos temazepam e oxazepam.

Por: Evelyn Rodrigues/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário