domingo, 24 de maio de 2015

Weidman domina Belfort, mantém cinturão e cobra: "Parem de duvidar de mim"

Se tem uma coisa que não combina no MMA é Chris Weidman e lutador brasileiro. Pela quarta vez consecutiva, o norte-americano venceu um lutador do país e manteve o cinturão dos médios do UFC. A vítima agora foi Vitor Belfort, que depois de toda a provocação, foi dominado no UFC 187 e acabou nocauteado na metade do primeiro round.

Antes dele, o campeão já tinha derrotado Anderson Silva por duas vezes e depois passou por Lyoto Machida.

A luta começou estudada no primeiro minuto, mas foi Belfort que tomou as primeiras atitudes e partiu para cima. No clinch, ele acertou uma boa sequência, que abriu um corte no olho esquerdo no campeão. Mas Weidman conseguiu se recuperar e foi para seu jogo.


O norte-americano conseguiu com tranquilidade derrubar o brasileiro e não teve problema para dominar o combate no chão. Ele montou em Vitor e começou um massacre. O árbitro Herb Dean ainda demorou um pouco para encerrar o combate e confirmar o nocaute técnico.





Após a luta, Chris Weidman se mostrou incomodado com o fato de ainda ter gente que duvida da capacidade dele como campeão do UFC. "Parem de duvidar de mim. Já chega disso. É melhor vocês entrarem para o time agora. Se juntem ao nosso time agora", cobrou o campeão.

Agora, ele tem uma carreira invicta de 13 lutas, com 6 vitórias por nocaute, três por finalização e quatro por pontos.

Weidman deve finalmente não ter um adversário brasileiro neste momento. Como Ronaldo Jacaré está machucado e deve passar por uma cirurgia no joelho, o caminho está livre para Luke Rockhold ser confirmado como próximo desafiante pelo cinturão dos médios.

Por: Jorge Corrêa/UOL Esporte
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário