quinta-feira, 14 de maio de 2015

Para Anthony Johnson, Cormier é uma luta mais dura do que Jon Jones

Escalado para enfrentar Jon Jones no card principal do UFC 187, que acontece no próximo dia 23 de maio, Anthony Johnson viu seu adversário mudar depois que "Bones" se envolveu em um acidente de carro e fugiu do local deixando uma grávida ferida e maconha no interior do veículo. A peripécia custou a Jones seu cinturão e uma suspensão por tempo indeterminado e deu a Daniel Cormier a chance de disputar novamente o título da divisão.

Mas engana-se quem pensa que "Rumble" espera um duelo mais fácil por causa da substituição. Para o atleta da Blackzilians, "DC" é um adversário mais duro do que Jon Jones.

- Jon, nos meus olhos, ainda é o melhor lutador peso-por-peso do mundo na nossa categoria. Todo mundo na divisão quer dizer que enfrentou o melhor, e isso é um pouco decepcionante, porque ele não está mais ali. Mas o que não é decepcionante é que o Daniel é uma luta ainda mais dura para mim que Jon Jones, porque ele é guerreiro e vai vir com muita fome - declarou, durante coletiva de imprensa por telefone nesta quarta-feira.

Para o lutador, o fato de Cormier disputar novamente o cinturão em um intervalo de quatro meses o torna um adversário ainda mais perigoso.

- Esta é uma segunda chance para ele disputar o cinturão. As pessoas recebem segundas chances na vida, e você viu o que aconteceu comigo (quando recebi uma segunda chance), saí do fundo do poço e cheguei aqui. DC já estava no topo e agora recebeu outra chance. Eu sou wrestler, DC é wrestler, então sabemos o que é preciso para chegar ao topo. Espero uma guerra. Daniel tem poder, velocidade, técnica.... Seu wrestling é de alto nível, ninguém pode negar isso. Para mim, isso é ótimo. Ele vai ser um adversário duro e é conhecido por ter poder. Jones não tem poder, ele dá mais golpes como chutes, joelhadas, cotoveladas... DC é "aquele cara" e vai vir com tudo.

Johnson, no entanto, pareceu um pouco incomodado com as críticas que o duelo vem recebendo dos fãs desde a saída de Jones do card. Para eles e para muitos especialistas, o vencedor do combate entre "Rumble" e Cormier continuará à sombra de "Bones".





- É chato porque as pessoas não estão nos respeitando como devemos ser respeitados. Nenhum de nós fez o Jon fazer o que fez. No meu coração, nenhum de nós será campeão de papel. É chato, mas as pessoas dizem o que quiserem. Vou seguir fazendo o que faço e continuar focando no meu objetivo.

Companheiro de treinos de Vitor Belfort na Blackzilians, Anthony se disse bastante empolgado como fato de sua academia ter duas disputas de cinturão na mesma noite. Enquanto ele e "DC" decidem quem será o novo campeão dos meio-pesados na luta principal, Vitor Belfort tentará destronar Chris Weidman e tomar o cinturão dos médios na co-luta principal da noite.

- Este é um momento especial para a Blackzilians, temos dois caras lutando pelo título na mesma noite. Isso é especial para mim, para o time e para o Vitor. O clima na academia é bom, positivo. Ter lutado com o Vitor antes e agora tê-lo como parceiro é uma honra. Nós nos comunicamos muito bem e nos ajudamos. Eu o admiro, sinceramente - finalizou.

UFC 187
23 de maio, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier  x Anthony Johnson
Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort
Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi
Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski
Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

CARD PRELIMINAR

Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky
Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim
Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo
Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff
Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington
Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev
Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

Por: Combate
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário