quarta-feira, 13 de maio de 2015

Johnson e Cormier cobram mais respeito e projetam combate com Jon Jones

Depois da suspensão e retirada do cinturão de Jon Jones, Anthony Johnson, que já enfrentaria o ex-campeão, e Daniel Cormier ganharam a chance de se enfrentarem para ser definido o novo dono do título dos meio-pesados do UFC. No entanto, a dupla não está gostando da maneira como o combate tem sido tratado.

"As pessoas não estão mostrando o respeito que eu e Cormier merecemos. Pessoas estão falando de nós como dois imbecis. Independentemente de quem conquistar esse título, não é um imbecil. Ele será o melhor", afirmou Anthony Johnson, em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (13).

"Pessoas vão falar o que quiserem falar. No fim do dia, continuarei sendo eu. Não tenho sentimentos sobre isso", continuou o atleta de 31 anos, que vem de nove vitórias consecutivas.

Desafeto de Jon Jones, Daniel Cormier preferiu não entrar em polêmicas ao falar do antigo campeão, com quem chegou a se estranhar antes do combate entre os dois no início do ano. O lutador, inclusive, afirmou não ter dúvidas de que Jones irá voltar ao UFC.





"Jones vai voltar. Isso é o que ele fará. Se eu me importo com seu retorno? Eu adoraria enfrentá-lo", afirmou. "Acredito que Jon Jones deva ter imediatamente a chance de lutar pelo cinturão, mas deixo isso com ele", completou.

A declaração de Cormier foi corroborada por Johnson, que salientou que depois de um tempo inativo, pode ser que Jon Jones prefira não lutar pelo cinturão de imediato. "Concordo com Daniel. Ele pode querer uma luta menor antes, mas se voltar antes de completar um ano, ele merece uma chance de cinturão de imediato".

Depois de fugir de um acidente na cidade de Albuquerque, nos Estados Unidos, Jon Jones chegou a ser preso e liberado depois do pagamento de fiança. Por causa da polêmica, o UFC decidiu retirar seu cinturão dos meio-pesados e suspendê-lo por tempo indeterminado.

Por: UOL Esporte
Foto: DIvulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário