quarta-feira, 27 de maio de 2015

Erick Silva intercala treinos com vídeos na preparação para luta com Rick Story

Assiste, pausa, volta, analisa e segue em frente. Essa rotina, de muitas observações em vídeo, também está fazendo parte do camp de treinos do capixaba Erick Silva para o duelo contra o norte-americano Rick Story, marcado para o dia 27 de junho, em Miami, na Florida, nos Estados Unidos.

O evento, que irá sediar a final do reality show TUF Brasil 4, é cercado de expectativa pelo lutador brasileiro, que em caso de vitória, pode emplacar uma sequência de três triunfos consecutivos, algo que não acontece desde 2011 e que o "Tigre" ainda não viveu no UFC.

Focado em buscar mais essa alegria pessoal, Erick Silva treinou em sua terra natal, o Espírito Santo, na última semana, mas não esqueceu de fazer o "dever de casa". De luvas e controle remoto nas mãos, o capixaba quer detalhar cada movimento do oponente para não sofrer nenhum susto dentro do octógono, haja vista que Rick Story tem o codinome "O Horror".

- Estamos vendo vídeos dele todos os dias para realmente ficar gravado na memória todos os detalhes que ele faz nas lutas. Quando a gente treina com os parceiros de treino, por conhecê-los, já sabemos o que ele vai fazer, a gente já espera os movimentos. Então, quando eu começo a assistir muito as lutas do adversário, eu passo a conhecer ele também, e isso me deixa mais tranquilo.

Erick Silva espera uma guerra de estilos e acredita que o casamento da luta lhe favorece. Mesmo assim, o duelo ganha ares de decisão, pois uma vitória pode deixar o brasileiro numa situação mais confortável na divisão dos meio-médios.

- A preparação está muito boa e realmente é uma luta que eu queria estar lutando, de certa forma eu quero estar me testando entre os melhores da categoria, e o Rick Story ele está entre esses tops, já ganhou muita gente que está lá na frente no ranking. Ele só perdeu só para caras duros, então ele é um atleta muito bom, um oponente que eu vejo que casa o jogo e que nesse momento foi a melhor pedida mesmo.





Em entrevista ao jornal A Gazeta, Erick Silva se mostrou bem confiante terminar a luta de uma forma bem rápida. Com um cartel de 18 vitórias, sendo 11 dessas por finalização e outras quatro por nocaute ou nocaute técnico, o capixaba ressalta a importância de um resultado positivo para voltar ao top 15 do UFC em sua categoria, onde os lutadores não podem passar dos 77,1 kg.

- Estou muito confiante e bem treinado. E é bom que o Rick venha preparado porque eu já aviso que não vai ter luta boa para ele não. Eu vou finalizar ou nocautear rápido. Não me importo se ele vem de resultado positivo, eu me preocupo comigo e sei que estou muito bem. Uma vitória me coloca entre os tops, então sei da importância do resultado - disse Erick Silva ao jornal A Gazeta.

Confira o card do evento:

TUF Brasil 4 Final
27 de junho, em Miami (EUA)

CARD DO EVENTO (até agora):

Peso-médio: Lyoto Machida x Yoel Romero
Peso-meio-médio: Erick Silva x Rick Story
Peso-meio-médio: Lorenz Larkin x Santiago Ponzinibbio
Peso-médio: Thiago Marreta x Steve Bosse
Peso-meio-pesado: Nikita Krylov x Marcos Pezão
Peso-galo: Rani Yahya x Masanori Kanehara

Por: Richard Pinheiro Globo Esporte, com informações de A Gazeta
Foto: Adriano Albuquerque

Nenhum comentário:

Postar um comentário