quarta-feira, 27 de maio de 2015

Belfort e Weidman são afastados por lesões no UFC 187

A Comissão Atlética de Nevada divulgou a lista de suspensões médicas após o UFC 187. Um procedimento de rotina para garantir a integridade física dos lutadores, desta vez ela rendeu suspensão das atividades de luta para as quatro principais estrelas do evento. O campeão Chris Weidman, Vitor Belfort e Anthony Johnson terão de se afastar por prazos que vão de 45 dias a seis meses, de acordo com a recomendação da entidade.

Vitor Belfort foi colocado na lista por conta de uma lesão no ombro. Ao final da luta, ele afirmou ter deslocado o ombro, o que teria prejudicado sua performance, no nocaute técnico que tomou de Weidman ainda no primeiro round. Para voltar a lutar, ele tem de obter uma liberação médica em relação a essa lesão, caso contrário não pode lutar por seis meses. Ele tem de ficar afastado dos treinos por ao menos 45 dias.

Já Chris Weidman sofreu apenas uma laceração no supercílio esquerdo. Por isso, também tem de ficar sem treinar por 45 dias.

Entre os meio-pesados, Daniel Cormier terá de passar por uma ressonância magnética para provar que está com a saúde intacta após quase ser nocauteado por Anthony Johnson no primeiro round. O campeão tem prazo até 1 de novembro para conseguir essa liberação, caso contrário não luta até esta data.





Já Anthony Johnson pegou 45 dias de afastamento pelo mesmo motivo de Weidman, uma laceração no supercílio.

15 dos 24 lutadores do card entraram na lista, sendo que outros casos graves foram o do peso leve John Makdessi, que quebrou a mandíbula na derrota para Donald Cerrone - problema resolvido com cirurgia - e o nariz quebrado de Travis Browne.

Veja a lista completa:

Daniel Cormier: precisa de uma ressonância magnética até 1 de novembro
Anthony Johnson: suspenso por 45 dias, sem contato por 30 dias por laceração no supercílio esquerdo
Chris Weidman: suspenso por 45 dias, sem contato por 30 dias por laceração no supercílio esquerdo
Vitor Belfort: suspenso por 45 dias, sem contato por 30 dias. Adicionalmente, tem de ter o ombro esquerdo liberado por médico, ou não compete por 180 dias
John Makdessi: suspenso por 45 dias, sem contato por 30 dias. Adicionalmente, tem de ter a mandíbula fraturada liberada por médico, ou não compete por 180 dias
Andrei Arlovski: precisa de uma ressonância magnética do ombro esquerdo e liberação médica, ou não compete por 180 dias
Travis Browne: suspenso por 60 dias, sem contato por 45 dias. Adicionalmente, precisa ter nariz fraturado por médico, ou não luta por 180 dias
John Moraga: suspenso por 45 dias, sem contato por 30 dias por laceração na cabeça
Rafael Natal: suspenso por 30 dias, sem contato por 21 dias, por laceração no supercílio direito
Nina Ansaroff: tem de ser liberada por um médico para sua luta, ou não luta por 180 dias
Colby Covington: suspenso por 45 dias, sem contato por 30 dias por laceração no supercílio esquerdo
Mike Pyle: suspenso por 30 dias, sem contato por 21 dias
Leo Kuntz: suspenso por 30 dias, sem contato por 21 dias
Justin Scoggins: suspenso por 30 dias, sem contato por 21 dias por laceração no supercílio esquerdo
Josh Sampo: suspenso por 30 dias, sem contato por 21 dias

Por: UOL Esporte
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário