sexta-feira, 22 de maio de 2015

Belfort aconselha Jones a escolher "amigos certos" e prevê sua volta ao UFC

Com uma carreira de 19 anos e 34 lutas, Vitor Belfort é exemplo para muitos jovens lutadores, incluindo um que está passando por sérios problemas neste momento. Com muitos percalços na carreira, o brasileiro deu um sério conselho para o agora ex-campeão dos meio-pesados Jon Jones, a quem enfrentou e acabou derrotado em 2012.

"Você na vida precisa de conselheiros, o que isso traz, o que  sucesso traz par ao atleta, não só influencia a cabeça dele, como também influencia as pessoas que estão em volta dele. Então é importante você ter em seu ciclo de amizades, pessoas que você confie e que te possam falar a verdade. Eu falo para as pessoas me falarem o dia que eu deixar de fazer o que eu prego."

Belfort não esconde que já fez muita coisa errada no passado, apesar que se recusar a nomear o que, e por isso crê que pode ser um bom exemplo para Jon Jones seguir.  "Somos pessoas diferentes, mas já passei por dificuldades."





"Por isso que falo que ninguém pode julgar ninguém, ninguém pode apontar o dedo. Cada um aqui tem uma coisa íntima que tem vergonha de dividir. Eu aprendi é que você tem de escolher [um caminho] e isso vai fazer você perder amizades. Você sempre tem que matar algo para algo viver."

O brasileiro acredita que o norte-americano sofreu ao se tornar campeão, ao ficar famoso. "O problema é que a cabeça muda. Tenho certeza que vocês, repórteres, já viram um cara mudar seu estilo de vida depois de ganhar um cinturão, a maneira que ele trata as pessoas", disse.

"Eu aprendi que quando eu conheço uma pessoa, independente da classe social, eu trato como presidente. Todo mundo tem o direito de receber o respeito. Estou feliz de hoje em dia ter bons conselheiros e tenho certeza que se ele também se cercar da pessoas certas ele dá volta por cima. Eu aposto que ele Jon Jones volta."

Por: Jorge Corrêa/UOL Esporte
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário