sábado, 25 de abril de 2015

Jacaré quer vitória de Vitor para lutar com ele no Brasil: "Título fica comigo"

Ronaldo Jacaré fez o dever de casa bem feito contra Chris Camozzi, ao finalizá-lo em apenas 2m33s de combate, mas viu Luke Rockhold impressionar na luta principal do UFC: Machida x Rockhold ao finalizar Lyoto Machida no segundo assalto. Com a situação indefinida sobre quem será o próximo desafiante ao título do peso-médio (até 84kg), o brasileiro aguarda o confronto entre o campeão Chris Weidman e seu compatriota Vitor Belfort, no UFC 187, dia 23 de maio. A torcida é pelo Fenômeno, e Jacaré sonha com o duelo entre eles no Brasil.

- Acredito que seja uma luta dura para o Belfort. O Chris Weidman é novo, tem muita força, é muito grande, e o Belfort sempre teve problemas para lutar com wrestlers, mas estou torcendo para o Leão, acredito que ele vá surpreender e trazer esse título para o Brasil. Se trouxer, será eu e ele no Brasil. O melhor de tudo é que o título vai ficar no Brasil e comigo. Torcida no Brasil, pode acreditar, eu luto por vocês, não irei decepcionar e serei o campeão - declarou, ao Combate.com.





Mesmo com a boa performance de Rockhold, Jacaré mostra confiança de que o Ultimate o escolherá para lutar pelo cinturão da divisão até 84kg contra o vencedor de Weidman x Belfort. De acordo com ele, suas credenciais são melhores que a do americano.

- Com certeza serei o próximo. O Luke já perdeu no UFC, venho de cinco vitórias contra caras duros, o Lyoto já teve a chance dele e agora perdeu para o Rockhold e quando o Rockhold lutou comigo, ele perdeu. O juiz que lutou por ele. Com certeza mereço mais que qualquer outro, venho de cinco vitórias, fui campeão de outro evento e, sem sombra de dúvidas, serei o próximo. Consegui as melhores apresentações e mereço ter a chance de lutar pelo título. Não vim para perder, vim para vencer - concluiu.

Por: Ana Hissa/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário