quinta-feira, 16 de abril de 2015

Dos Anjos responde Green após ser acusado de se dopar: "Quer aparecer"

Acusado por Bobby Green de ter lutado dopado contra Anthony Pettis,  Rafael dos Anjos respondeu de forma incisiva o americano, que é o número 11 da divisão dos leves, da qual o brasileiro é o campeão. O lutador afirmou que o rival quer aparecer através dele e revelou que treinaram juntos uma vez e que aliviou no sparring contra Green, mas que, caso tenha outra oportunidade de dividir o cage com ele em um treinamento, não vai pegar leve. Ele ainda lembrou que o exame antidoping realizado após o UFC 185, no mês passado, voltou limpo.

- As pessoas querem é falar, aparecer, e ninguém quer dar seu mérito. Por mais que o exame tenha vindo limpo, as pessoas sempre querem falar, ninguém quer te dar mérito pelas tuas conquistas e é isso. Tem que aprender a lidar com isso. A galera está aí para falar mal mesmo. Ele pode achar o que quiser, mas da próxima vez que treinar com ele, não vou aliviar para ele não. Ele falou que parecia que eu estava com alguma coisa quando treinei com ele e também na luta, mas da próxima vez não vou aliviar não, porque treinei com ele aliviando. Ele foi todo humildezinho comigo, gente boa no treino, falando que era um grande fã e agora vem meter essa? Acho que ele quer aparecer mesmo e, da próxima vez que eu treinar com ele, não vou aliviar. Encontrei essa fera uma vez só, treinei com ele uma vez só, não sou amigo dele, não sou nada dele - disparou, em entrevista ao Combate.com.





A declaração de Bobby Green foi feita ao "BJPenn.com Radio". Ele comparou Dos Anjos a Barry Bonds, ex-jogador de beisebol, que utilizou esteróides anabolizantes.

- Olhe para os corpos deles. Este cara fez cinco rounds sem parar e levou golpes como se nada tivesse acontecido. Acho que Dos Anjos machucou o ligamento cruzado anterior ou o ligamento colateral médio duas semanas antes da luta. Quem que vai para a luta mesmo assim, luta daquele jeito, chuta, dá joelhadas, socos e outras coisas sem nenhum problema? Você não percebe o que está na sua cara - detonou Green.

Para Rafael, toda essa polêmica não passa de uma tentativa de encurtar o caminho para uma disputa de cinturão.

- Acho que é uma tentativa frustrada (de se promover para chegar ao título). Todo mundo está falando agora para tentar alguma coisa, mas só falando não dá não, tem que trabalhar. É uma tentativa frustrada dele de tentar apagar a estrela dos outros. É aquela história: se a sua estrela não brilha, não tente apagar a dos outros - finalizou.

Por: Raphael Marinho/Combate
Foto: Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário