quinta-feira, 23 de abril de 2015

Comissão de Nevada descarta intervir em candidatura de Spider para disputar Olimpíadas

Nesta semana, Confederação Brasileira de Taekwondo anunciou que Anderson Silva disputará uma vaga para competir nos Jogos Olímpicos de 2016. Aos 40 anos, o ex-campeão peso médio (84kg) do UFC está atualmente suspenso pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC) por ter sido flagrado em exame antidoping antes do UFC 183, em janeiro, mas o órgão americano descarta a possibilidade de influenciar na candidatura do brasileiro.

Diretor executivo da Comissão, Bob Bennett disse ao portal “MMA Junkie” que a NSAC não tem autoridade para interferir na investida de Anderson nas Olimpíadas, mas que pode disponibilizar os exames que acusaram o doping do brasileiro se o Comitê Olímpico Internacional pedir.





“Uma vez que ele se candidatou às Olimpíadas, está fora do nosso alcance. O Comitê Olímpico pode exigir informações e registros públicos sobre ele. Pode ter algum impacto, mas pode ser que não tenha. Não é algo que nós regulamos”, declarou.

Bennett se recusou a informar se a NSAC aprovava a ida de Anderson ao Taekwondo, dizendo que o comentário seria inapropriado já que a audiência disciplinar do brasileiro ainda não foi realizada. O julgamento deve acontecer em maio.

Por: Ag. Fight
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário