quinta-feira, 16 de abril de 2015

Após polêmica, Spider fala sobre Rio 2016: "Vou tentar. Quero me testar"

Anderson Silva usou as redes sociais para falar, abertamente, sobre sua vontade de disputar os Jogos Olímpicos de 2016 no taekwondo. O ex-campeão dos pesos-médios do UFC reconheceu em sua postagem que ainda está fora de forma, já que não treina desde a preparação para sua luta diante de Nick Diaz, no começo de fevereiro. O Spider também publicou um vídeo de seu treinamento.

"Então galera, sei que estou totalmente fora de forma pois não treino há muito tempo, mas estou disposto a tentar, e por este motivo é que estou me esforçando o máximo pra pegar ritmo e tentar pois se eu não fizer isso jamais vou saber se realmente vou conseguir. Vou treinar muito como sempre fiz e tentar índices para os Jogos Olímpicos. Estou em outro nível, os atletas olímpicos são praticamente super atletas, que estão a anos luz de qualquer um. Mas eu vou sim sair da minha zona de conforto e tentar! O pior que pode acontecer é eu não conseguir resultados satisfatórios mas ao menos eu vou ter a certeza que vou tentar. Além disso, estou fazendo isso porque quero me testar, saber até onde posso ir, pois acredito que nossa mente é fantástica e se ela está boa nos faz fazer coisas as quais são vistas por alguns como impossível", postou o Spider.





Está marcada para a próxima quarta-feira, às 14h, uma reunião entre Anderson Silva e o presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), Carlos Fernandes, na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Nela será definido se Spider vai disputar as seletivas por uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. Nesta quinta, o dirigente negou que a decisão já tenha sido tomada, como informou o Globoesporte.com, na última quarta-feira. O Spider e o presidente vão conceder entrevista coletiva após a reunião.

Considerado um dos maiores lutadores da história do MMA, Anderson ''Spider'' Silva iniciou sua trajetória nas artes marciais no taekwondo e não por acaso tem em seu currículo grandes golpes provenientes da luta. Ele pesa 84 e lutava na divisão dos médios do Ultimate. Foi campeão entre 2006 e 2013.

Para os Jogos de 2016, a seleção tem quatro vagas garantidas (duas no masculino e duas no feminino) por ser sede do evento, e outras quatro podem ser conquistadas pela posição dos brasileiros no ranking. Na semana passada, a Confederação Brasileira anunciou que, após uma reunião com o Comitê Rio 2016, ficou decidido que a primeira categoria de peso contemplada seria justamente o peso-pesado masculino. As seletivas internas, que definirão os nomes em cada categoria, serão no início do ano que vem.

Por: Globo Esporte
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário