sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Minotauro admite se aposentar antes de Anderson Silva: "Ele é hiperativo"

Amigo e ídolo de Anderson Silva, Rodrigo Minotauro fez questão de dar um abraço no Spider logo após o "media day" do UFC 183, na quinta-feira. Contratado como comentarista do canal Combate, o ex-campeão dos pesos-pesados do UFC e do Pride chegou a Las Vegas para analisar as lutas do evento e revelou que tentará deixar a amizade fora dos seus comentários, admitindo ser difícil não se emocionar ao ver o amigo de volta ao octógono.

- Como comentarista eu vou analisar naturalmente o que está acontecendo. Vou falar dos momentos mais técnicos, quando eu sentir que é importante. Mas estou confiante, não vou ficar mais tão nervoso (risos). Se já estou emocionado agora, imagina na hora da luta...

Minotauro se disse totalmente confiante em um bom desempenho de Anderson Silva diante de Nick Diaz.

- A confiança é total. Ele é o grande nome do esporte. Para os brasileiros o MMA ficou sem graça sem ele ano passado. Ele mexe com o esporte, é a grande personalidade, e é super humilde. As pessoas querem saber o que ele está fazendo porque ele é o grande exemplo para todos. Ele voltar é um ânimo a mais para o cara que machucou o pé e não quer mais jogar bola, ou a mulher que não leva o filho pra passear porque sente dor no braço. A gente é capaz de tudo, e me emociona ver o Anderson aqui dando entrevistas com a cara boa como ele está.

Para Minotauro, a sua relação com Anderson Silva é como uma família, na qual todos se ajudam.

- Eu ajudei o Anderson, mas ele também me ajudou. Foi ele que me trouxe pro UFC. Pouca gente sabe que eu tinha saído do Pride e foi ele que marcou uma reunião minha com o Dana White. Eu estava parando de lutar naquela época. Nós nos ajudamos, quando eu montei a Team Nogueira e ele saiu da Chute Boxe nós montamos nosso time. Ele é o motivo de eu ter a equipe que eu tenho hoje em dia. Somos uma família. Eu gosto da esposa e dos filhos dele. Minha filha ama o Anderson.

Perguntado se o acordo que ele e Anderson fizeram de parar de lutar ao mesmo tempo estaria de pé, o veterano revelou em tom de brincadeira que pode ser o primeiro dos dois a se aposentar.

- Talvez eu pare antes. O bicho não para, ele é hiperativo (risos).





Após um ano de ausência, Anderson Silva retorna ao octógono neste sábado, contra Nick Diaz, no UFC 183. O evento terá transmissão ao vivo do Combate a partir de 21h30 (de Brasília). O Combate.com fará o acompanhamento de todos os detalhes em Tempo Real, incluindo programa especial ao vivo sobre a volta de Spider com a participação dos lutadores convidados Vitor Miranda e Elias Theodorou e do treinador Sérgio Cunha. Na sexta-feira, canal e site transmitem a pesagem oficial a partir das 21h45. Confira o card completo:

UFC 183
31 de janeiro de 2015, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL

Peso-médio: Anderson Silva x Nick Diaz
Peso-meio-médio: Tyron Woodley x Kelvin Gastelum
Peso-leve: Joe Lauzon x Al Iaquinta
Peso-médio: Thales Leites x Tim Boetsch
Peso-meio-médio: Jordan Mein x Thiago Alves

CARD PRELIMINAR

Peso-galo: Miesha Tate x Sara McMann
Peso-médio: Ed Herman x Derek Brunson
Peso-mosca: Ian McCall x John Lineker
Peso-médio: Rafael Sapo x Tom Watson
Peso-pena: Diego Brandão x Jimy Hettes
Peso-médio: Rick Monstro x Ildemar Marajó
Peso-médio: Thiago Marreta x Andy Enz

Por Evelyn Rodrigues, Ivan Raupp e Marcelo Russio/Combate
Foto Evelyn Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário