quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Shogun exalta "lenda viva" Anderson Silva e diz que teria aceitado encará-lo

Maurício Shogun recebeu duas importantes notícias no mesmo dia: com pouco mais de uma semana para o UFC em Uberlândia-MG, o adversário mudou de Jimi Manuwa para Ovince St. Preux; além disso, ele ganhou o posto de treinador do The Ultimate Fighter Brasil 4, que será realizado em 2015, ao lado de Anderson Silva. O meio-pesado curitibano exaltou o ex-companheiro de Chute Boxe e contou como fez para dividir o foco:

- Fui surpreendido com essa ótima notícia, de ser treinador do TUF, ainda mais com essa lenda viva, que é o Anderson. Por ser ele, vai haver uma repercussão muito grande. Fiquei muito feliz. Recebi a notícia na parte da noite, mas deu para curtir pouco. No dia seguinte já voltei para a luta. Vai ser legal. O Eduardo (Alonso, seu empresário) batalhou muito por isso, e eu também. Graças a Deus nós alcançamos mais um objetivo. Mas só depois de sábado vou poder focar no TUF - afirmou, em entrevista ao Combate.com.

A oferta chegou pronta para Shogun: ele será treinador do TUF Brasil 4, mas não haverá o duelo contra o outro técnico, Anderson Silva, ao fim da temporada. O ex-campeão até 93kg do UFC disse que teria aceitado enfrentar o compatriota, caso isso tivesse lhe sido proposto:

- O UFC ligou para o Eduardo dando a notícia do TUF e também que não haveria luta. A gente não entrou em detalhes e aceitou. Mas estou felizão em fazer o TUF. Lutar é uma coisa que não faço questão. Já treinei com o Anderson. Não faço questão, mas aceitaria se o UFC me oferecesse.

Shogun também procurou entender que a mudança de rival a poucos dias do evento é uma coisa que pode acontecer com qualquer um e comparou os estilos de Manuwa e St. Preux:





- Foi uma mudança muito em cima da hora, e eles são realmente adversários muito distintos. O Manuwa tem a parte de muay thai muito boa, e o St. Preux é mais eclético, mais alto e canhoto. Isso faz muita diferença na luta. Mas o UFC não tem culpa. Isso é uma coisa que acontece. A gente tem o bom senso de saber que o UFC não tem culpa e nem os fãs. Por isso aceitei a luta. A gente tentou tirar essas dificuldades em uma semana (risos). Espero que tenha conseguido.

O Combate exibe o "UFC: Shogun x St. Preux" ao vivo e com exclusividade direto de Uberlândia-MG no próximo sábado, a partir de 22h30 (horário de Brasília).

UFC: Shogun x St. Preux
8 de novembro de 2014, em Uberlândia (MG)

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Ovince St. Preux
Peso-mosca: John Lineker x Ian McCall
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Alan Jouban
Peso-meio-médio: Cláudio Hannibal x Leon Edwards
Peso-palha: Juliana Lima x Nina Ansaroff

CARD PRELIMINAR

Peso-pena: Diego Rivas x Rodolfo Rubio
Peso-médio: Caio Monstro x Trevor Smith
Peso-meio-médio: Dhiego Lima x Jorge Oliveira
Peso-leve: Leandro Buscapé x Charlie Brenneman
Peso-galo: Thomas Almeida x Tim Gorman
Peso-meio-médio: Wagnão Silva x Colby Covington

Por Ivan Raupp e Raphael Marinho/Combate
Foto Ivan Raupp

Nenhum comentário:

Postar um comentário