quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Frankie Edgar revela que luta mais pesado como pena que nos leves

Frankie Edgar já viveu quase tudo no MMA: foi campeão dos leves, fez uma trilogia empolgante contra Gray Maynard, obteve a revanche contra Ben Henderson após a perda do cinturão, derrotou o lendário BJ Penn três vezes na carreira e disputou o cinturão dos penas contra o dono da divisão, o brasileiro José Aldo. Aos 33 anos de idade, pouca coisa parece ter o poder de surpreendê-lo dentro do octógono. Mas seu próximo adversário, Cub Swanson, definitivamente não pode ser ignorado. Vindo de seis vitórias seguidas, ele é visto pelo ex-campeão como um rival que não se compara a nenhum dos adversários passados de Edgar.

- Acho que ele é certamente algo novo. Eu enfrentei alguns dos melhores caras do mundo tanto no peso-leve quanto no peso-pena, então essa parte não é novidade, mas, estilisticamente, acho que ele é certamente de outra classe. Não vou para uma luta pensando em derrubar ou lutar em pé. O que quer que se apresente é o que eu vou fazer. Ele é um bom lutador em pé, mas acho que posso trocar com qualquer um no mundo, então, o que quer que apareça na luta eu vou fazer.

Para Edgar, sua grande vantagem no combate pode vir a ser a transição para os diversos aspectos do combate.

- Acho que é minha transição sem falhas entre todas as facetas do jogo, do jogo em pé para o solo e de volta a lutar em pé. Ele é um lutador bem completo, mas acho que eu junto tudo um pouco melhor.

A estreia de Edgar entre os penas foi justamente contra José Aldo, na disputa do cinturão. Passadas três lutas, ele se diz melhor adaptado ao peso e revela que luta mais pesado na nova categoria do que entre os leves.

- Eu certamente me sinto mais confortável agora, na minha quarta luta como peso-pena. Eu corto pouco peso, tem sido cada vez mais fácil. Eu entendi meu corpo, o que funciona melhor com meu corpo. Acho que o que eu faria de diferente com Aldo seria entrar um pouco mais cedo na luta. Eu me senti muito bem no peso, mas eu poderia ter sido mais agressivo no começo. Ainda corto o mesmo de antes. Eu estou fazendo uma alimentação mais saudável entre as lutas, mais para melhorar meu estilo de vida mesmo, e agora fico com um peso melhor. Na noite da luta, provavelmente estou mais feliz no peso-pena do que no peso-leve, porque cortava um mínimo de peso então só pesava 70,3kg ou 70,8kg na noite da luta. Agora, recupero e fico com até 71,7kg, só que numa classe de peso mais baixa.

Acostumado ao UFC - luta no evento desde 2007, na edição de número 67 - Frankie Edgar sabe que as decisões nem sempre são pautadas pela justiça ou pela lógica. Na sua opinião, por exemplo, Conor McGregor ter a chance de disputar o cinturão antes do vencedor de sua luta contra Cub Swanson não pode deixá-lo nervoso.

- As coisas nem sempre são justas neste jogo, infelizmente. Devia ser sobre quem merece mais, de acordo com onde está no ranking, mas não funciona desse jeito. Não posso ficar nervoso com isso, tenho que focar no que controlo e torcer para ter a oportunidade. Acho que ajudaria, com certeza, eu conseguir finalizar Cub. Faria meu nome ser mais falado e não daria chance a eles de não me dar a luta pelo título.

Por falar no irlandês, famoso por provocar seus adversários e ganhar notoriedade com isso, Edgar garante que não mudará seu estilo para seguir o exemplo do rival.





- Não sei, não sou esse tipo de cara. Sou desse jeito há muito tempo. Seria esquisito se eu começasse a falar muito mais besteiras como Conor. Vou continuar fazendo tudo da minha forma. Você pode falar tudo o que quiser, mas você tem que vencer suas lutas.

O lutador, no entanto, garante saber que precisa expressar com mais ênfase a sua vontade de disputar o título

- Com certeza tenho de ser mais vocal sobre querer disputar o título. Não vou fazer como o Conor faria, mas vou certamente dizer porque quero e porque mereço.

Perguntado se pensa em voltar a lutar entre os leves, Edgar garante que a possibilidade não está descartada.

- No momento o meu foco é no peso-pena, é onde estou mais próximo do título, mas eu não descartaria subir de novo. Eu tive o título lá, então se a luta certa aparecesse, eu poderia subir.

UFC: Swanson x Edgar
22 de novembro de 2014, em Austin (EUA)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: Frankie Edgar x Cub Swanson
Peso-leve: Edson Barboza x Bobby Green
Peso-mosca: Chico Camus x Brad Pickett
Peso-pesado: Oleksiy Oliynyk x Jared Rosholt
Peso-mosca: Joseph Benavidez x Dustin Ortiz
Peso-leve: Isaac Vallie-Flagg x Matt Wiman

CARD PRELIMINAR

Peso-pesado: Josh Copeland x Ruslan Magomedov
Peso-médio: Luke Barnatt x Roger Narvaez
Peso-leve: Nick Hein x James Vick
Peso-leve: Arreola Akbahr x Yves Edwards
Peso-palha: Kailin Curran x Paige VanZant
Peso-leve: Dooho Choi x Juan Puig

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário