sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Cub Swanson: "Se eu vencer Frankie Edgar, desafiarei Aldo no octógono"

Aos 31 anos de idade, o peso-pena Cub Swanson já esteve muito perto do cinturão mundial dos pesos-penas. Lutando pelo extinto WEC, o americano teve a chance de desafiar José Aldo, então campeão da categoria no evento, em junho de 2009. Mas uma joelhada voadora dupla acabou com seu sonho em apenas oito segundos. A derrota foi um alerta para Swanson, que a partir dali colecionou oito vitórias em suas dez lutas seguintes - foi derrotado apenas por Chad Mendes e Ricardo Lamas. Com seis vitórias consecutivas e protagonizando pela primeira vez um evento do UFC - contra Frankie Edgar na cidade de Austin, no próximo sábado - o lutador acredita que a vitória definitivamente o colocará como o próximo desafiante ao cinturão da categoria, que continua em poder de José Aldo.

- Seis vitórias já são suficientes, mas acho ser o desafiante com sete seria ainda melhore. Aumentaria a confiança e eu me mostraria como um atleta ainda melhor do que já me mostrei até agora. Se eu vencer Frankie Edgar, vou desafiar Aldo no octógono em Austin, porque acho que é justo que eu receba a disputa de cinturão pelo que terei feito. Acho que a hora terá chegado.

Além de encarar a dificuldade de enfrentar Frankie Edgar, Swanson poderá ter de enfrentar mais um oponente, desta vez fora do octógono: Conor McGregor, o falastrão irlandês que vem sendo apontado como o novo fenômeno do UFC, que pode vir a "furar a fila" da categoria e lutar contra Aldo pelo cinturão se vencer Denis Siver em Boston, no mês de janeiro. Para Swanson, analisando pelo lado dos negócios, a possibilidade existe. Mas ele diz preferir acreditar que isso não acontecerá.





- Existe a possibilidade pensando do ponto de vista dos negócios, mas quero crer que isso não acontecerá. Ele é um palhaço, entretém as pessoas e as faz rir. Mas, como lutador, não ligo para ele. É um cara mediano e super-confiante, nada além disso. Acho que todo o burburinho em torno de Conor McGregor é pelo que ele fala. Ele é divertido para os fãs, uma espécie de elo perdido entre o WWE e o MMA. E, além disso, é uma cara nova no UFC. Novidades ganham espaço por algum tempo, até que perdem a graça.

Para Swanson, uma luta entre ele e McGregor para decidir quem enfrentará José Aldo não é algo que ele ache que vá acontecer.

- Não acho que isso é possível, mas nunca se sabe. Estou me preparando para a maior luta da minha vida, contra um dos melhores lutadores de todos os tempos, que é Frankie Edgar. Não posso ficar pensando em outras coisas, porque o desafio é imenso. Vou levar meu melhor jogo para a luta contra Frankie Edgar. Estou confiante que finalizarei a luta, da forma que for, porque me preparei muito bem. Contratei lutadores profissionais de boxe e wrestling para o meu período de treinos, e acho que fiz um trabalho muito bom. Para enfrentar Frankie Edgar com chance de vencer é necessário dar o seu melhor nos treinos, e foi isso que eu fiz.

UFC: Swanson x Edgar
22 de novembro de 2014, em Austin (EUA)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: Frankie Edgar x Cub Swanson
Peso-leve: Edson Barboza x Bobby Green
Peso-mosca: Chico Camus x Brad Pickett
Peso-pesado: Oleksiy Oliynyk x Jared Rosholt
Peso-mosca: Joseph Benavidez x Dustin Ortiz
Peso-leve: Isaac Vallie-Flagg x Matt Wiman

CARD PRELIMINAR

Peso-pesado: Josh Copeland x Ruslan Magomedov
Peso-médio: Luke Barnatt x Roger Narvaez
Peso-leve: Nick Hein x James Vick
Peso-leve: Arreola Akbahr x Yves Edwards
Peso-palha: Kailin Curran x Paige VanZant
Peso-leve: Dooho Choi x Juan Puig

Por: Marcelo Russio/Combate
Foto: Ivan Raupp

Nenhum comentário:

Postar um comentário