quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Caio Monstro promete pressão para engatar a 4ª: "Não sei se ele aguenta"

Caio Monstro vai para a sua quinta luta no Ultimate neste sábado, contra Trevor Smith, no "UFC: Shogun x St. Preux", em Uberlândia-MG. Depois de ser superado por Buddy Roberts na estreia, o peso-médio (até 84kg) emplacou três triunfos consecutivos ao bater Karlos Vemola (por finalização), Nick Ring (decisão unânime) e, em abril deste ano, Luke Zachrich, com um nocaute em apenas 44 segundos de combate. Apesar de ter o jiu-jítsu como carro-chefe, o lutador surpreendeu na trocação.

E este pode ser novamente o caminho para que consiga seu quarto resultado positivo dentro da organização. Para saber mais sobre Smith, Caio pegou algumas dicas com Thales Leites, companheiro de equipe na Nova União e que foi o último a derrotar o americano, com um nocaute técnico em 45 segundos, em abril.

- Conversei pouco com o Thales, que disse que foi sem estratégia para a luta, a mão entrou, e o cara sentiu, aí ele conseguiu o nocaute. O caminho é esse. Em todas as minhas lutas nunca tive muita estratégia. A minha estratégia é no treino, sempre contra caras bons de wrestling, trocação, procuro fazer um jogo sempre para a frente. O jogo dele é trocar um pouco e botar para baixo. Tenho que defender as quedas e cair para dentro. Vai depender do decorrer da luta. Estou com a cabeça de pressionar bastante em pé e, se abrir brecha pra botar pra baixo, vou botar também, porque sei que sou melhor do que ele no chão. Vou começar pressionando e ver o que ele tem para mim. Sei que tem um cruzado de esquerda bom e gosta de fazer força no clinche, amarrando a luta na grade. Tenho que sair desse jogo dele e ficar em pé, me movimentando bastante, trocando soco e chute para evitar um pouco isso. Mas se acontecer de ficar na grade, no clinche, estou preparado. Treinei muito e não sei se ele aguenta a pressão nos três rounds não. Vai ser boa a luta - disse ao Combate.com.

Vencer pela quarta vez seguida no UFC pode significar um passo importante para Caio Monstro dentro da organização, e ele sonha com a possibilidade de enfrentar um top 15, caso saia vitorioso neste sábado:

- Esperamos sempre o melhor no evento. Pretendo ganhar essa luta com nocaute ou finalização e não sei o que o UFC tem pra mim, mas com certeza virá coisa boa. Já é minha quinta luta no Ultimate e daqui a pouco, querendo ou não, tem que ter uma coisa boa. Quero pegar os caras que estão ganhando, com nome no evento, qualquer um do top 15.

Apesar de ainda ser atleta da Nova União, Caio fez todo seu camp em Connecticut (EUA) com Glover Teixeira e garantiu que foi a melhor preparação que já fez na sua carreira, e que o corte de peso deixou de ser um problema desde seu último combate:

- Fizemos um camp de três semanas nos EUA na academia do Glover e foi muito boa a preparação. A melhor que fiz até hoje, também devido ao tempo de treinos. O foco foi muito bom. Cheguei muito preparado ao Brasil para uma grande luta. Fiz o camp todo nos Estados Unidos, fiquei 13 semanas em Connecticut. Já vim leve de lá, falta pouco para bater o peso. No último UFC também não tive problema de peso. Dei uma mancada na minha estreia por perder muito peso em cima da hora, na Austrália também não rendi tudo que era para ter rendido, mas nessa última em Orlando consegui controlar e agora também. A dificuldade é essa e a estamos superando.





O Combate exibe o "UFC: Shogun x St. Preux" ao vivo e com exclusividade direto de Uberlândia-MG no próximo sábado, a partir de 22h30 (horário de Brasília).

UFC: Shogun x St. Preux
8 de novembro de 2014, em Uberlândia (MG)

CARD PRINCIPAL

Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Ovince St. Preux
Peso-mosca: John Lineker x Ian McCall
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Alan Jouban
Peso-meio-médio: Cláudio Hannibal x Leon Edwards
Peso-palha: Juliana Lima x Nina Ansaroff

CARD PRELIMINAR

Peso-pena: Diego Rivas x Rodolfo Rubio
Peso-médio: Caio Monstro x Trevor Smith
Peso-meio-médio: Dhiego Lima x Jorge Oliveira
Peso-leve: Leandro Buscapé x Charlie Brenneman
Peso-galo: Thomas Almeida x Tim Gorman
Peso-meio-médio: Wagnão Silva x Colby Covington

Por: Ivan Raupp e Raphael Marinho/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário