segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Mendes revela satisfação em guerra contra Zé Aldo e elogia: “Ele é assustador”

Mais de dois anos após sofrer a primeira derrota de sua carreira no MMA, Chad Mendes veio ao Rio de Janeiro determinado a mostrar que não era mais o mesmo lutador, e conseguiu. O americano e José Aldo protagonizaram uma verdadeira guerra na luta principal do UFC Rio 5, neste sábado (25) e, apesar de ter sido derrotado por pontos, ‘Money’ diz se sentir satisfeito com o duelo, que deve ser lembrado como uma das melhores lutas de 2014.

“Todos nós saímos ganhando com essa luta. Dei tudo de mim, o Aldo também, e todos venceram com uma luta dessas, até eu. Sinto-me honrado de ter feito parte de uma luta que pode ser considerada uma das melhores da história”, disse o desafiante na coletiva de imprensa realizada após o evento.

Embalado em cinco vitórias antes da disputa de título, Mendes mostrava tanta confiança que fazia questão de provocar o campeão. Entretanto, ele nega que tenha sido um excesso de fé em si mesmo que tenha o atrapalhado durante a luta.

“O José é um cara que assusta muito. É preciso ter toda a confiança do mundo quando você vai enfrentar esse cara. Definitivamente o excesso de confiança não foi o que causou minha derrota”, afirmou.

Ao contrário da primeira luta contra Aldo, na qual tentou derrubar para impor seu jogo de wrestling, mas foi nocauteado por uma joelhada do campeão ao manter a cabeça baixa, o americano se manteve em pé e trocando golpes durante a revanche. De acordo com ele, foi justamente o resultado do primeiro embate que o levou a esse plano.





“Minha estratégia misturar tudo. Eu não queria forçar nenhuma queda. Na primeira luta eu levei uma baita joelhada, então vim decidido a não forçar quedas. Consegui alguns socos fortes, vi que estava machucando, então achei que podia trocar com ele. Eu consegui uma queda, mas ele tem uma ótima defesa de quedas também. Minha estratégia era misturar tudo, e foi o que eu fiz”, declarou o americano, garantindo que fez o melhor que pôde no combate.

“Sinto que aquilo foi o meu máximo, mas cometi alguns erros. Levei alguns golpes, e provavelmente foi isso o que me custou a luta. Eu não sei te dizer o que aconteceu a partir do primeiro round, tenho que assistir para saber, mas foi um sonho realizado. Essa era uma luta que eu queria mais do que tudo, e queria dar um show para os fãs. Estava muito pronto, fiz tudo o que podia, e espero que as pessoas tenham gostado”, disse.

Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário