quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Maldonado revela mudanças em preparação e promete concentração antes do UFC Rio 5

Depois de sofrer o primeiro nocaute da carreira em apenas 35 segundos de luta, quando perdeu para Stipe Miocic no TUF Brasil 3 Finale, Fábio Maldonado repensou sua preparação para o retorno ao UFC.

Escalado para encarar o holandês Hans Stringer na quinta edição do UFC Rio, que acontece neste sábado (25) no Ginásio do Maracanãzinho, o ‘Caipira de Aço’ detalhou os erros que cometeu antes de seu último embate, e garantiu que a derrota ficou no passado.

“Eu acho que eu fiz um camp bom (contra o Miocic), mas faltou concentração minha na última semana. Dessa vez eu passei um mês em Natal com os irmãos Pitbull. Acontece. A coisa mais feia do mundo é ficar fazendo desculpas, e acho que nós, brasileiros, temos esse problema de não dar o mérito para a vitória. O Miocic mandou bem, acabou. Ele é passado”, disse o meio-pesado (93kg) em conversa realizada com jornalistas no Rio de Janeiro.

De acordo com Maldonado, a emoção de lutar em seu país o atrapalhou um pouco, mas ele assegura que está mais bem preparado psicologicamente desta vez.

“Eu concentrei melhor. Estou bem treinado de sparring e estamos na concentração. Um amigo meu fala que eu luto melhor fora do Brasil do que aqui, porque no Brasil eu ficava na emoção e isso pesava muito para mim. Eu não sei. Preciso me testar lá fora de novo”, afirmou.





Prestes a fazer sua nona luta no UFC, o sorocabano mostra confiança, mas prefere não prever um resultado contra o holandês Stringer, alegando que o MMA é um esporte muito imprevisível.

“A gente já viu grandes strikers serem nocauteados. Dizem que ele treina muay thai, mas eu o vi melhor de jiu-jitsu do que no muay thai. Mas luta é luta, e pode acontecer tudo. Eu não vou correr se ele quiser lutar boxe, kickboxing ou chão. Vou soltar o jogo. Eu sei que ele vai usar bastante wrestling, vai querer me clinchar, mas se a gente correr da luta fica pior ainda. Não vai ser um wrestling em que ele vai me agarrar e eu vou ficar tentando levantar ali. A luta vai terminar de outro jeito, eu ganhando ou perdendo”, afirmou Maldonado.

Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário