sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Glover prevê nocaute em Davis: "Uma hora a mão vai pegar, e ele vai cair"

No treino aberto desta quinta-feira, no estádio do Maracanã, Glover Teixeira chegou empolgado para fazer a sua apresentação. Antes mesmo de iniciar, ele pegou o microfone e falou para os fãs: "Sábado será nocaute no primeiro round!". Depois de fazer um trabalho de manopla com seus treinadores, o brasileiro atendeu um grupo de jornalistas e prometeu buscar o nocaute por toda a luta, garantindo que a hora que sua mão entrar, a luta vai acabar.

- Acho que é um casamento de estilos que me favorece sim. O Davis se movimenta um pouco para trás e às vezes dá a queda, mas acredito muito no meu jiu-jítsu e no meu potencial. Não tem saída para ele não. Vou pressionar, anular o wrestling dele e, mais cedo ou mais tarde, essa mão vai pegar e ele vai cair. O jogo de wrestling já é um pouco assim, o striking é mais bonito de se ver. Eu mesmo, que sou fã de luta, prefiro ver a luta em pé, mas o wrestling é o jogo dele. Não vou chamar ninguém de amarrão, acho até que ele empolga a galera - afirmou.

Questionado sobre a declaração para os fãs de que vai nocautear no primeiro assalto, ele disse que isso é uma tendência em suas atuações, mas deixou claro que está pronto para lutar por três rounds se for necessário.

- Eu sempre busco o nocaute no primeiro round em todas as lutas. Se você for ver, a maioria acaba no primeiro round mesmo e sempre vou buscar isso. Não tem esse negócio de ficar estudando o Phil Davis. Vou partir para ganhar no primeiro round. Claro que a gente está lutando em outro nível e nem sempre dá. Se não der, estou preparado para lutar três rounds. Até para cinco rounds se precisar. Mas sempre vou para decidir no primeiro - declarou o atleta, que tem 16 de suas 23 vitórias no primeiro round.

De volta ao ginásio no qual lutou no Brasil pela primeira vez, em 2009, no Bitetti Combat 4, quando venceu Leonardo Chocolate, Glover Teixeira mostrou bom humor e revelou estar ansioso pelo retorno ao Maracanãzinho e disse já ter visto alguns amigos da Tijuca, bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro, onde já morou. Mineiro de Sobrália, o meio-pesado ainda disse que poucas pessoas de sua cidade-natal vêm para o Rio.





- Tem um pessoal vindo de Sobrália vindo, mas o pessoal lá prefere ficar preparando as leitoas para o churrasco. Vem pouca gente. É sempre uma energia boa aqui no Brasil, com os brasileiros, é uma energia diferente. Estou alegre com esse sol, já que estava no frio lá em Connecticut e esse sol dá uma energia melhor. Estamos na reta final, meu sonho é sempre estar lutando e vocês (jornalistas) que me conhecem sabem que estou sempre de alto astral na semana da luta. Talvez se falassem comigo duas ou três semanas antes, eu não estaria tão bem. Estou muito ansioso para voltar ao Maracanãzinho, é gostoso lutar aqui, tem uma galera da Tijuca aqui que eu conheço, então estou em casa - disse.

Vindo de derrota para Jon Jones em seu último combate, quando disputou o cinturão da divisão até 93kg, Glover Teixeira acredita que vá precisar de mais algumas vitórias para ter nova chance de tentar o título do peso-meio-pesado.

- Vou deixar com os patrões, com o Dana White. Eu só faço meu trabalho. A missão que eles me derem, caio pra dentro, treino e luto. Não acredito que essa vitória me credencie para uma disputa de título. Tem o Cormier para lutar, o Gustafsson também está na minha frente e acho que vou precisar fazer mais outras lutas - finalizou.

O UFC Rio 5, ou UFC 179, será realizado a partir das 21h (de Brasília) deste sábado, no Maracanãzinho, com transmissão ao vivo do Combate.

25 de outubro de 2014, no Rio de Janeiro (RJ)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: José Aldo x Chad Mendes
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Phil Davis
Peso-meio-pesado: Fábio Maldonado x Hans Stringer
Peso-pena: Darren Elkins x Lucas Mineiro
Peso-leve: Diego Ferreira x Beneil Dariush

CARD PRELIMINAR

Peso-meio-médio: William Patolino x Neil Magny
Peso-leve: Yan Cabral x Naoyuki Kotani
Peso-mosca: Wilson Reis x Scott Jorgensen
Peso-pena: Felipe Sertanejo x Andre Fili
Peso-leve: Gilbert Durinho x Christos Giagos
Peso-leve: Fabrício Morango x Tony Martin

Por: Ivan Raupp e Raphael Marinho/Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário