quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Dudu Dantas: "Título interino foi bom para Warren tirar fotos, mas acabou"

Dia 7 de março de 2014. Esta foi a data da última defesa do cinturão dos pesos-galos (até 61kg) no Bellator, quando o campeão Dudu Dantas finalizou Anthony Leone no segundo round. Sua próxima luta seria no dia 2 de maio, contra Joe Warren, campeão do GP da categoria, mas o brasileiro se lesionou e foi retirado do card. Apesar do pouco tempo entre um combate e outro, a organização optou por criar um cinturão interino, que terminou em vitória do americano sobre o também brasileiro Rafael Morcego, por decisão unânime. Dudu diz não ter se incomodado com a opção tomada pela direção do evento e aproveitou para alfinetar Warren antes de enfim se enfrentarem, na próxima sexta-feira, no Bellator 128, em Oklahoma (EUA).

- A criação do título interino não me incomodou muito não, até porque o campeão sou eu. Isso é bom pra eles, ter um cinturão com um americano, um cinturão de mentirinha. Pra mim não faz diferença, pra ele foi bom ter o título interino, porque ele tirou muitas fotos com o cinturão, aproveitou bastante e agora vai ficar sem. Só é chato dar o cinturão para o cara porque o campeão sou eu, mas vou chegar e mostrar que sou o campeão e que isso acabou - disparou, em entrevista ao Combate.com.

Desde que Dudu Dantas anunciou que não poderia lutar em maio, os dois começaram a se provocar, especialmente através das redes sociais. Joe Warren prometeu acabar com o reinado do brasileiro, que está invicto no Bellator, com seis vitórias em seis lutas. Porém, o lutador da Nova União disse ter encerrado o caso ao pedir exames antidoping, já que o americano foi pego em 2006 por uso de maconha, quando competia no wrestling, sendo suspenso por dois anos.

- Isso tudo foi bom porque apimenta mais a luta. Ele mandou mensagem, ficou falando que vai chutar minha bunda, essas coisas de americano, e eu peguei no ponto fraco dele, que é o exame antidoping. Descobri que ele foi pego em 2007 e ficou suspenso alguns meses, aí mandei mensagem e ele ficou muito p... Depois mandei mensagem falando que só lutaria se ele fizesse teste um mês antes da luta, mas não me aprofundei muito. Depois disso ele não mandou mais nada. Peguei no calo dele. Não sei se mexi ou não com ele. Foi mais para ver se ele parava de falar um pouco porque ele é chato pra caramba, mandava mensagem toda hora - disse.





A confiança de Dudu é alta e ele não esconde. Apesar de destacar os pontos fortes de Warren, o brasileiro garantiu que a vitória aconetcerá de forma rápida e pediu para o rival chegar preparado, "senão vai apanhar muito".

- O perigo dele é a mão direta, tem um overhand forte e derruba bem. Mas as brechas são muitas em pé. Ele dá muitas brechas também quando entra nas pernas e no chão. É um cara que faz um pouco de tudo. O forte dele é o wrestling e a força que ele faz. Só vou esperar uma oportunidade para acabar com a luta. Não vai durar muito tempo. Se a luta ficar em pé, vou nocautear. Se for para o chão, vou finalizar. A não ser que ele corra os cinco rounds de mim. Mesmo assim ele vai cansar e eu vou pegar do mesmo jeito. Minha preparação foi a melhor possível. Além da preparação física, fiz um trabalho muito bom de boxe, de chão, defesa de queda, estou muito preparado para os cinco rounds. Muito preparado mesmo. A preparação de cabeça também foi muito boa, com psicologo. É bom ele tomar muito cuidado porque quando chegar no ringue, tem que chegar muito bem preparado, senão vai apanhar muito. Estou com muita vontade de bater nele - finalizou.

Por: Raphael Marinho/Combate
Foto: Bellator

Nenhum comentário:

Postar um comentário