quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Dedé reage a assunto McGregor : 'Botando o carro na frente dos bois'

Líder da Nova União, uma das maiores equipes de MMA do mundo, André Pederneiras tem vivido uma fase bem diferente da que estava acostumado. Se antes o técnico tinha três títulos (dois do UFC e um do Bellator) na equipe, agora o ex-lutador tem apenas um. Talvez seja exatamente por isso que o foco segue firme na defesa de título do pupilo José Aldo, que coloca o cinturão dos penas em jogo na luta principal do UFC 179, que acontece dia 25 de outubro, no Rio de Janeiro, contra Chad Mendes.

Diante do "barulho" que o falastrão irlandês Conor McGregor tem feito na divisão dos penas, Pederneiras avaliou a chuva de perguntas feitas a Aldo em relação ao possível rival uma vez que o mesmo estará presente para ver de perto a revanche entre ele e Mendes. Em entrevista ao LANCE!Net, ele trata o assunto como prematuro.

- Acho que estão botando o carro na frente dos bois. A verdade é essa. Temos uma luta dura e importante na próxima semana e estamos falando de um futuro que não é 100% certo. Acho que a primeira preocupação é vencer o Mendes e depois ver o que vai acontecer no futuro. Se pudesse prever o futuro estaria bilionário hoje em dia - declarou o treinador





Dedé ainda avaliou a situação de Renan Barão, que perdeu a chance de disputar o título dos galos despois de desmaiar durante o corte de peso para a luta e está de férias em Natal para recuperar o corpo da série de preparações exaustivas iniciada no fim de 2012.

- O Barão está dando uma relaxada, realmente. Não temos previsão se ele volta no início, no meio ou no final do ano que vem. Não tem nada certo. Já foram cogitadas várias coisas, estamos esperando. Com relação aos exames, deram todos os normais. Acho que foi o número de vezes que ele teve de perder peso perto um de outro. O corpo deu uma "desligada" por conta do estresse de todo dia. Mas tenho certeza de que ele vai voltar muito melhor e mais forte - prometeu.

Por: Lance!Net
Foto: Alexandre Loureiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário