segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Confiante para estreia entre os médios do UFC, Rick Monstro diz: "É o melhor para minha carreira"

O dia 31 de Janeiro de 2015 será mais um grande marco na história do MMA mundial. Após sofrer uma grave lesão na perna esquerda no UFC 168, disputado em dezembro de 2013, Anderson Silva retorna ao evento contra Nick Diaz na luta principal do UFC 183, que será realizado em Las Vegas (EUA). Apesar dos holofotes estarem virados para o ex-campeão, outro brasileiro tem motivos de sobra para comemorar. Ex-participante da terceira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil, Rick Monstro enfrenta Ildemar Marajó, em duelo válidos pelos médios (84kg), em busca de afirmação dentro do torneio. Atleta do Team Nogueira, Rick terá de passar por uma acentuada perda de peso, já que sua última aparição no evento foi entre os pesos-pesados.

O paulista revelou que, antes de fechar contrato com o UFC, estudou bastante sobre a nova categoria. Após conversar com profissionais altamente gabaritados em suas respectivas áreas, ele chegou a conclusão de que nesta divisão poderá desenvolver ainda mais o seu talento.

"Eles (UFC) queriam me ver lutando entre os médios, mas antes de assinar procurei analisar bastante cada categoria e conclui que até 84kg seria melhor para a minha carreira. O fato de ter um porte físico avantajado para divisão e a vantagem de recuperar bem a perda de peso pode me ajudar muito. Olhando para a organização, como um todo, enxerguei que me enquadro melhor nessa categoria", explicou o lutador dono de um cartel com sete vitórias e duas derrotas.





O faixa-preta de jiu-jitsu, que é natural de Campinas (SP), garante estar pronto para o novo desafio. Mesmo sabendo das dificuldades que o seu oponente pode oferecer, o lutador do Team Nogueira espera fazer umcombate inteligente e alcançar sua primeira vitória na maior organização do MMA mundial.

"Eu respeito demais os irmãos Marajós (Iuri e Ildemar), acredito que vai ser uma duelo muito bom contra o Ildemar. Tenho certeza que ele virá muito bem preparado. Venho tendo suporte de toda academia. Os meus colegas de treinos e professores estão me ajudando bastante nesta preparação. É ainda mais motivador poder lutar no mesmo evento que marca o retorno do Anderson Silva, um grande amigo, ídolo e companheiro de treinamentos. Espero conseguir essa vitória e me firmar no evento", finalizou o lutador apoiado pela Analítica Farmácia de Manipulação.

Por: Luis Brito Corrêa/Assessor
Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário