quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Com reeducação alimentar, Durinho se livra da pressão de bater o peso

Quando lutava no circuito brasileiro de MMA, Gilbert Durinho costumava ser escalado como peso-leve (até 70kg), mas sempre tinha sérios problemas para bater o tal peso. Por isso, fez sua primeira luta no UFC como meio-médio (até 77kg) - venceu Andreas Stahl por decisão unânime. Após a experiência, ele retornou à categoria que considera ideal para si. O novo teste será neste sábado, no UFC Rio 5, contra o americano Christos Giagos.

- Eu tinha muita preocupação com esse negócio do peso. Ficava uma pressão grande. Desta vez consegui treinar melhor, focar mais, e isso me deu tranquilidade. É a primeira vez que chego pertinho da pesagem e ainda como bem. Tive que mudar. Você erra e aprende. É assim na vida de qualquer pessoa - disse o lutador ao Combate.com.

Para enfim se adequar ao peso dos leves, foi preciso que Durinho se submetesse a uma reeducação alimentar. E o atleta da Blackzilians conta que se sente bem melhor do que antes:

- Mudou bastante coisa. Tive uma reeducação alimentar. Tirei alimentos do cardápio e mudei bastante. Cortei pão, arroz. Meu carboidrato passou a ser batata doce, aipim. Isso aumentou muito meu rendimento, fiquei com muita energia. Mudei minha dieta toda mesmo. Cheguei na semana da luta com 76kg, esse foi meu recorde. E meu corpo também mudou bastante. Ganhei muita massa e perdi gordura. Meu peso começou a baixar. Estou vivendo minha melhor fase, e isso me deixou extremamente confiante para a luta.

Superluta de jiu-jítsu contra Leandro Lo

Durinho vive nos EUA há pouco mais de um ano ao lado do primeiro filho, Pedro, e da esposa, Bruna. Há dois meses nasceu o segundo filho, Joshua. O lutador vai aproveitar a viagem ao Rio de Janeiro para esticar a estada e matar a saudade do restante da família e dos amigos. E no dia 22 de novembro vai fazer uma superluta de jiu-jítsu na Copa Pódio, contra o rival de longa data Leando Lo, no ginásio do Botafogo. O duelo, muito esperado pela comunidade da arte suave, não terá limite de tempo, nem pontuação, e só terminará quando um finalizar o outro.





- Sou o único cara da categoria que já ganhou dele três vezes. É o atual campeão mundial. Saí um pouco do cenário ao ir para o MMA. Mas todo mundo quer ver essa luta, como seria se o Durinho tivesse continuado no jiu-jítsu. Aceitei na hora o desafio. O pessoal pensa que não, mas estou sempre treinando jiu-jítsu, adoro - comemorou Durinho.

O UFC Rio 5, ou UFC 179, será realizado a partir das 21h (de Brasília) deste sábado, no Maracanãzinho, com transmissão ao vivo do Combate.

UFC 179
25 de outubro de 2014, no Rio de Janeiro (RJ)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: José Aldo x Chad Mendes
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Phil Davis
Peso-meio-pesado: Fábio Maldonado x Hans Stringer
Peso-pena: Darren Elkins x Lucas Mineiro
Peso-leve: Diego Ferreira x Beneil Dariush

CARD PRELIMINAR

Peso-meio-médio: William Patolino x Neil Magny
Peso-leve: Yan Cabral x Naoyuki Kotani
Peso-mosca: Wilson Reis x Scott Jorgensen
Peso-pena: Felipe Sertanejo x Andre Fili
Peso-leve: Gilbert Durinho x Christos Giagos
Peso-leve: Fabrício Morango x Tony Martin

Por: Ivan Raupp e Raphael Marinho/Combate
Foto: Raphael Marinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário