segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Chad Mendes se vê melhor preparado e alerta Aldo: "Estou mais agressivo"

No próximo sábado, dia 25 de outubro, José Aldo vai colocar mais uma vez o cinturão dos pesos-penas em disputa contra Chad Mendes, na luta principal do UFC 179, realizado no Maracanãzinho. Nos dias que antecedem o evento, o americano falou ao "Sensei SporTV" quais os fatores que diferenciam o próximo duelo com o confronto  do UFC 142, em janeiro de 2012, quando saiu derrotado após joelhada devastadora do brasileiro no final do primeiro round. Para o lutador da equipe Alpha Male, a experiência e, principalmente, o trabalho realizado com Duane Ludwig nos treinamentos, o credenciam a se tornar o novo campeão da categoria até 66kg do Ultimate.

- Na primeira luta com Aldo, eu só tinha duas lutas no UFC, era minha primeira luta no exterior(...) Vir ao Brasil foi um grande aprendizado para mim. Lutar diante do público(...) Eu não sabia como seria. Eles cantam que você vai morrer, e sabia que todos torceriam contra mim. Foi muita pressão, então aprendi muito. Temos um novo treinador. Eu não tinha treinador na primeira vez, nenhum treinador de luta em pé. Eu era um wrestler lutando pelo título mundial. Acho que virei um lutador mais agressivo, porque me sinto mais à vontade agora. Na primeira luta, eu não ficava à vontade em pé. Estar confiante e à vontade com suas habilidades torna você mais agressivo - comentou Chad Mendes.

Disposto a "pagar o preço" por uma vitória contra o único brasileiro que ainda é campeão do UFC, ainda mais na casa do rival, Chad Mendes quer mostrar quem "é de verdade", após treinar com Duane Ludwig na Alpha Male.

- Não ligo para o lugar da luta. Poderia ser na Lua. Vou entrar lá e tentar acabar com ele. Quero o cinturão. Acho que é a minha vez de reinar. José Aldo é o cara que está no meu caminho. Acho que esta luta vai ser boa para eu mostrar quem sou de verdade. Precisam ver o que o Duane Ludwig fez com TJ Dillashaw, em que tipo de lutador ele o transformou. Fazemos o mesmo na Alpha Male, então estou animado para mostrar ao mundo do que sou capaz. O novo Chad Mendes aperfeiçoado - disse o peso-pena.

E contra José Aldo, o americano pensa em adotar a mesma tática de TJ Dillashaw na luta de maio de 2014 contra o companheiro de treino do brasileiro na Nova União, Renan Barão. Chad Mendes acredita que a melhor preparação e a "zona de conforto" em que se encontra José Aldo podem ser decisivas na noite de sábado no Maracanãzinho.

- Há uma rivalidade (entre Nova União e Alpha Male), mas ela envolve respeito. Acho que, nas últimas lutas, ele (José Aldo) se acomodou. Está em uma zona de conforto. Ele é ótimo no que faz, e ninguém nunca soube como enfrentá-lo. Sou um cara que pode tirar Aldo da zona de conforto. Exigir dele, testar a firmeza e o queixo dele. Meu golpe é forte. Se eu conseguir dar um bom soco, isso mudará a luta rápido - afirmou Chad Mendes.

Pelo lado brasileiro, José Aldo admite essa "zona de conforto", já que não perde uma luta desde 2005, porém não vê essa evolução no rival. No entanto, o manauara revela ter ainda muitas metas a alcançar dentro do UFC e que procura sempre adotar novidades nos treinamentos para não se acomodar.





- Ele (Chad Mendes) fez por merecer. Acho que vem de cinco vitórias e é justo estar disputando o cinturão. Claro que tem esse lado (zona de conforto), mas sempre procuro aprender, conhecer coisas novas e fazer nos treinamentos para a gente não cair na zona de conforto. Procuro sempre estar evoluindo. Se manter campeão é mais difícil do que se tornar campeão. Tenho muitas metas a serem batidas, vários objetivos meus profissionais, que tenho que conquistar ainda, então, tenho que treinar sempre forte e manter o título comigo. Acho que os recordes (a serem batidos) motivam bastante, mantém a chama acesa para acordar cedo e ir treinar cada vez mais forte para quebrar os recordes - comentou José Aldo.

O UFC 179 será realizado a partir das 19h (de Brasília) deste sábado, no Maracanãzinho, com transmissão ao vivo do Combate.

UFC 179
25 de outubro de 2014, no Rio de Janeiro (RJ)

CARD PRINCIPAL

Peso-pena: José Aldo x Chad Mendes
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Phil Davis
Peso-meio-pesado: Fábio Maldonado x Hans Stringer
Peso-pena: Darren Elkins x Lucas Mineiro
Peso-leve: Diego Ferreira x Beneil Dariush

CARD PRELIMINAR

Peso-meio-médio: William Patolino x Neil Magny
Peso-leve: Yan Cabral x Naoyuki Kotani
Peso-mosca: Wilson Reis x Scott Jorgensen
Peso-pena: Felipe Sertanejo x Andre Fili
Peso-leve: Gilbert Durinho x Christos Giagos
Peso-leve: Fabrício Morango x Tony Martin

Por: Combate
Foto: Alexandre Loureiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário