quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Chad Mendes responde provocações de McGregor: "Acho que o mataria"

Chad Mendes tem José Aldo pela frente no dia 25 de outubro, no UFC Rio 5, no Maracanãzinho, quando poderá se tornar campeão dos pesos-penas (até 66kg). Apesar disso, o americano tem trocado farpas ultimamente com o polêmico Conor McGregor. Ao ser questionado sobre o irlandês, o lutador disse "que o mataria" e que o falastrão ainda seria derrotado por outros atletas da divisão, como Dennis Bermudez, Clay Guida e Nik Lentz.

- Existe uma grande expectativa em cima dele, ele tem muita publicidade por trás. Mas, honestamente, se o UFC é inteligente, se Dana é inteligente, eles não vão colocá-lo para enfrentar um cara como eu. Existem vários caras que vencerão ele na divisão. Acho que eu o mataria. Dennis Bermudez, Clay Guida, Nik Lentz, todos esses caras que são fortes, tem um wrestling sólido que podem tomar um soco e continuar tendo gás o destruiriam - afirmou, em entrevista para a "Fox Sports".

McGregor tem provocado Mendes desde que nocauteou Dustin Poirier no primeiro round. O irlandês fez piada com o apelido de Chad ao trocar "Money" por "Mini" e desdenhou da altura do rival.





- Chad Mendes tem exagerando 1,50m. Ele deveria ser peso-galo (até 61kg), mas ele passou desse limite agora. Agora ele é só um pequeno fisiculturista que está preso no peso-pena. Ele fica cansado rápido. Ele tem 1,50m e 1,65m de envergadura. Eu tenho 20 centímetros de envergadura de vantagem sober ele. Eu espancaria Chad - detonou.

Mendes garantiu que não se importa com as piadas de McGregor, mas declarou que não acredita que o UFC case uma luta entre eles.

- Logo de cara, tenho que esclarecer algumas coisas. Ele vem com o apelido Chad "Mini" Mendes, que na verdade é bem legal, eu não me importo. Quanto a ser pequeno, sempre falaram isso, mas não é nada que eu não esteja acostumado. Essas piadinhas não me incomodam em nada. Ele continua cavando, então isso é o que é. Acho que o UFC precisa seguir construindo ele. Ele, obviamente, trouxe muita atenção para a divisão, para o esporte, é uma super estrela agora. Eu adoraria ir lá e desmantelar esse cara, eu realmente adoraria fazer isso, mas acho que o UFC é esperto e não permitir isso - concluiu.

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário