terça-feira, 9 de setembro de 2014

Spider diz que não pensa mais em cinturão do UFC: 'Não tenho paciência'

A fratura traumática na perna esquerda de Anderson Silva, sofrida em dezembro passado, fez com que o brasileiro passasse por meses de sofrimento. Mas, segundo o próprio, as dores já não existem mais. Recuperado e com treinos cada vez mais fortes, Spider se movimenta para iniciar sua preparação para seu retorno ao octógono, dia 31 de janeiro, em Las Vegas, pelo UFC 183, contra Nick Diaz. O brasileiro chega ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira para intensificar os treinamentos para a sua volta.

Em entrevista ao "Fantástico", Anderson falou sobre a recuperação e os planos para o futuro. O ex-campeão dos médios garante que não pensa recuperar o cinturão do UFC.

- Eu já passei por aquela coisa de ser o campeão, de ter o cinturão... A verdade é que Ayrton Senna só vai ter um, Pelé só vai ter um e Anderson Silva só vai ter um... Então, quem viu, viu. Quem não viu, não vê mais. De certa forma vai ver, mas não lutando pelo cinturão, aquela coisa de cinturão de novo. Eu não tenho mais paciência para isso. Cada dia que passa fico mais perto de me aposentar - declarou o brasileiro.





O Spider ainda detalhou como vai a evolução nos treinos. Segundo ele. a maior dificuldade tem sido conquistar a confiança para voltar a chutar na mesma intensidade que chutava. O medo de voltar a sentir dor ainda fala mais alto.

- A força está vindo, eu voltei aos treinos. O que está mais difícil mesmo é a autoconfiança, voltar a chutar da forma que eu chutava antes. Estou tendo um acompanhamento de uma psicóloga para que eu tire os fantasmas daqueles momentos horríveis que foram da luta, quando eu tive o acidente. Na hora dos treinos, fico meio apreensivo. Sei que eu posso executar o movimento, mas eu acabo não fazendo por medo - explicou.

Por: LANCEPRESS!
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário