quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Jones e Cormier são punidos por confusão em encarada

O campeão Jon Jones foi multado em 50.000 dólares (cerca de 120.000 reais) e obrigado a prestar 40 horas de serviços comunitários pela Comissão Atlética de Nevada, nesta terça-feira. A punição se deve pela confusão com o desafiante Daniel Cormier no lobby do hotel MGM Grand, em agosto, enquanto os dois promoviam a luta - que acontecerá no UFC 182, em 3 de janeiro de 2015.

Visivelmente cabisbaixo e abatido, Jones começou a audiência pedindo desculpas pelo ocorrido e explicou que segue as doutrinas e o respeito pregado pelas artes marciais. "Foi algo horrível, nunca fiz nada parecido em sete anos de carreira", disse o campeão dos meio-pesados, acrescentando que aceitaria a pena imposta.





Logo depois de Jon Jones deixar o tribunal, foi a vez de Daniel Cormier se explicar e dizer que não repetiria seu ato de fúria. "Não gostaria que meus fãs ficassem com essa última imagem de mim, não sou aquela pessoa", explicou o desafiante, que foi multado em 9.000 dólares (quase 22.000 reais) e terá de prestar 20 horas de serviço comunitário.

Além de se desculpar publicamente, Jon Jones começou o discurso dizendo que perdeu o patrocínio com a Nike por causa da confusão. Logo depois, Cormier afirmou que algumas crianças deixaram o projeto social que mantém. "Perdi cerca de dez alunos. Pode não parecer importante, mas é algo que valorizo muito”, disse.

Por: UFC
Foto: Evelyn Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário