segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Dillashaw revela que teria sido mais agressivo se tivesse lutado com o Barão

Campeão dos galos do UFC, TJ Dillashaw enfrentaria Renan Barão, nesse sábado (30), em Sacramento (EUA), mas como o brasileiro acabou retirado do card após passar mal durante o corte de peso, o estreante Joe Soto foi escalado e deu trabalho.

Dillashaw começou a luta de maneira morna, mas aos poucos foi imprimindo o seu ritmo, até conseguir o nocaute no último round. Durante a coletiva de imprensa após o UFC 177, o campeão avaliou o desempenho do oponente e a troca de adversário em cima da hora.

“Para mim foi uma situação muito estressante ter que mudar de oponente na última hora, mas acabou que se transformou em algo positivo, venci minha luta e iniciei meu legado como campeão. Mas foi duro ter que dar entrevistas sobre o Soto a uma hora da manhã”, confessou.

O ritmo cadenciado e seguro com que TJ Dillashaw lutou foi justificado pelo campeão dos galos. “Eu sabia que o Soto era uma adversário muito duro, pois já havia treinado com ele há alguns anos e conhecia suas qualidades. Se eu tivesse lutado com o Barão teria sido mais agressivo, já com o Soto tive que me preocupar com o wrestling dele que é muito bom”, explicou.





Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário