quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Depois de morar na rua na Europa, brasileiro se emociona por lutar em casa no UFC

Aos 33 anos, o meio-médio (77 kg) Igor Araújo chegou ao auge de sua carreira. Depois de atuar por diversos eventos - principalmente na Europa -, o brasiliense retorna ao Brasil para encarar o americano George Sullivan na sua cidade natal nesse sábado (13).

Apesar de ser atleta da Jackson's MMA, academia onde treinam nomes como Jon Jones, Alistair Overeem e Carlos Condit, Igor mora na Suíça e só vai para a academia americano quando falta cerca de um mês e meio para sua próxima luta. De volta para sua cidade, o brasiliense admite que a sentimento é bem diferente e que está se controlando para conter a emoção.

"Tenho 32 lutas. Já lutei na Rússia, na Itália, na Suíça... Acho que fui um dos caras que mais lutei em países diferentes e nunca lutei na minha casa de verdade. Às vezes eu mentalizo como será a minha entrada e meus olhos enchem de lágrimas. Vou lutar em um lugar que quando eu era pequeno vendia sorvete do lado de fora. Vamos ver o que vai acontecer na hora, mas eu estou me controlando bem", afirmou o atleta à Ag. Fight.

Mas até chegar ao maior evento de MMA do mundo, Igor Araújo passou por inúmeras dificuldades na vida. Desde acumular empregos para ter dinheiro até a morar na rua, o brasileiro rodou a Europa em busca do sonho de se tornar lutador profissional.

"Fiquei na Suíça quase três anos sem ter casa. Eu trabalhava de segurança em dois lugares e dava aula em outro. Não tive acesso a nada e não falava nada por causa do idioma. Eu dormia em escada de prédio, dormi na sala de uma família onde eu chegava meia noite e tinha que acordar 5h da manhã. Passei muito tempo sem perspectiva", relembrou.





"Agora estou na copa do mundo. Estou vivendo de verdade o meu sonho. Já morei na Europa, já dormi na rua na Suíça. Me prometeram uma coisa e quando cheguei lá não era nada disso. Não tinha dinheiro para comer e nem onde ficar. Por isso que toda vez que tenho uma luta no UFC me vem tudo o que passei na vida", completou.

Se antes não existia perspectiva, agora o brasuca faz grandes planos para sua carreira. Com duas lutas e duas vitórias no UFC, Igor pensa que, se vencer Sullivan no sábado, ele já pode pensar em desafiar algum atleta que esteja colocado no ranking dos 15 melhores da categoria até 77 kg.

"Hoje em dia, o fato de eu estar lutando no UFC quer dizer que eu cheguei onde eu queria. Agora é degrau a degrau. Quero chegar nas cabeças, mas primeiro quero ganhar sábado para almejar um top 15 e depois um top 10. É importante pensar sempre na frente", afirmou Igor.

A luta entre Igor Araújo e George Sullivan está programada para ser a quarta da noite. O UFC Brasília começa às 18h45 (horário de Brasília) e tem previsão para terminar às 23h30. Confira o card completo abaixo.

CARD PRINCIPAL

Antônio ‘Pezão’ x Andrei Arlovski

Gleison Tibau x Piotr Hallmann

Leonardo Santos x Efrain Escudero

Santiago Ponzinibbio x Wendell ‘Negão’ Oliveira

Yuri ‘Marajó’ Alcântara x Russell Doane

Jéssica Andrade x Larissa Pacheco

CARD PRINCIPAL

Godofredo ‘Pepey’ x Dashon Johnson

Igor Araújo x George Sullivan

Francisco ‘Massaranduba’ x Leandro ‘Buscapé’

Paulo Thiago x Sean Spencer

Rani Yahya x Johnny Bedford

Por: Ag. Fight
Foto: Reinaldo Canato

Nenhum comentário:

Postar um comentário