quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Advogado afirma que vai apelar caso NSAC decida mesmo punir Wand

A novela Wanderlei Silva x Comissão Atlética de Nevada parece não ter fim. Depois que a Procuradoria Geral do Estado de Nevada rejeitou o requerimento formal apresentado pelo atleta solicitando o arquivamento de sua ação disciplinar contra ele, o advogado de Wand, Ross Goodman, enviou nova carta ao órgão avisando que vai apelar, caso eles insistam em tentar punir o lutador.

Há duas semanas, Goodman apresentou um requerimento afirmando que os estatutos da Comissão Atlética de Nevada determinam que a entidade só pode punir lutadores que tenham licença para lutar no estado, e Wanderlei não havia ainda dado início ao processo de solicitação de licença para sua luta contra Chael Sonnen quando fugiu do teste antidoping, em 24 de maio. A NSAC, por sua vez, afirma que tem,sim, jurisdição para punir o brasileiro, que se recusou a se submeter ao exame antidoping surpresa e admitiu o uso de substância proibida durante uma audiência informativa, em junho.

Segundo o programa "UFC Tonight" desta quarta-feira, o gabinete do procurador geral de Nevada respondeu ao requerimento de Goodman com uma moção negando o pedido de Wand. O órgão afirma que o lutador estava ciente de que iria competir em julho, independente de estar ou não licenciado. Sendo assim, a NSAC estava dentro de seus limites para testá-lo.





O advogado de Wand, por sua vez, enviou nova resposta à procuradoria, afirmando que está claro no estatuto da Comissão que punições só poderem ser aplicadas a lutadores licenciados e informando que ele e seu cliente irão apelar caso a NSAC tente multar ou suspender o lutador.

Wanderlei não luta desde a sua vitória sobre Brian Stann, em março de 2013. O lutador admitiu ter fugido de um coletor enviado pela comissão em 24 de maio, por estar fazendo uso de diuréticos para reduzir a retenção de água recorrente de um tratamento para dores no punho. A substância é proibida pela entidade por funcionar como agente mascarante.

Por: Combate
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário