domingo, 31 de agosto de 2014

TJ Dillashaw nocauteia substituto de Barão e mantém cinturão dos galos do UFC

Campeão dos galos (até 61kg) do UFC, TJ Dillashaw manteve o cinturão, nesse sábado (30), em Sacramento (EUA), diante de Joe Soto, com um nocaute no quinto round. O americano estava escalado para encarar Renan Barão, mas o brasileiro passou mal durante o corte de peso e foi retirado da disputa. O substituto valorizou a derrota do campeão, que demorou para ser mais decisivo e encontrou um adversário duro pela frente.

A luta

TJ Dillashaw fez um primeiro round em ritmo de treino, dominou o centro do octógono, no que pode ser praticamente considerado um treino de sparring, com um adversário acuado e muito mais lento. O que parecia ser uma vitória fácil, tornou-se uma luta dura para o campeão.

No segundo round, Soto partiu pra cima de Dillashaw, com a guarda bem fechada e equilibrou as ações, conectando bons golpes no contra ataque, principalmente na curta distância. Apesar do equilíbrio, o campeão levou ligeira vantagem.

TJ voltou a imprimir o seu ritmo no terceiro round, com uma melhor movimentação, conectando boas combinações, mas Soto continuou levando perigo com golpes curtos.

O campeão seguiu o seu domínio e, finalmente, no último round, Dillashaw acertou um chute alto de direita na cabeça do desafiante e um soco no queixo, conquistando um nocaute espetacular e manteve o cinturão dos galos do UFC





Confira abaixo os resultados completos do UFC 177:

TJ Dillashaw nocauteou Joe Soto aos 2min:20s do R5

Tony Ferguson derrotou Danny Castillo na decisão dividida dos juízes

Bethe Correia derrotou Shayna Baszler por nocaute técnico aos 1min:56s do R2

Carlos Diego Ferreira derrotou Ramsey Nijem por nocaute técnico aos 1min:53s do R2

Yancy Medeiros finalizou com uma guilhotina invertida aos 1min:54s  do R2

Derek Brunson derrotou Lorenz Larkin na decisão unânime dos juízes

Ruan Potts derrotou Ruan Potts por nocaute técnico aos 4min17s do R2

Chris Wade finalizou Cain Carrisoza na guilhotina a 1min12s do R1

Por: Ag. Fight
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário