quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Peso-pesado do UFC aponta jiu-jitsu como boa opção para Renan Barão bater Dillashaw

Ex-campeão peso-galo (até 61 kg) do UFC, Renan Barão terá a oportunidade recuperar o título diante de TJ Dillashaw, o primeiro homem a lhe nocautear.

A revanche está marcada para o dia 30 de agosto, na Califórnia (EUA) e a expectativa é grande. Peso-pesado (até 120 kg) do UFC e atual desafiante de Cain Velasquez, Fabrício Werdum acredita que Barão não estava com a cabeça na luta no 173.

“O Barão é um cara muito bom e vejo que ele está muito motivado para esse combate pelo cinturão. O Dillashaw foi bem superior a ele na primeira luta, o Barão não estava ali, estava complemente fora”, disse, em entrevista exclusiva à Ag. Fight.

Fabríco Werdum, que disputa o cinturão dos pesados em 15 de novembro, pelo UFC 181, aposta na potência de Renan Barão para que o potiguar recupere o cinturão.

“É claro que não vai ser fácil, porque o Dillashaw já mostrou que é bom, que é rápido, mas o Barão tem muito mais potência e força do que ele nos golpes. Eu vejo ele recuperando esse cinturão, porque está vindo com aquela gana, aquela vontade que ele sempre mostra nas lutas dele e tenho certeza que agora vai ser diferente”, disse Werdum, que deu uma dica a Renan.

“Acho que uma boa opção seria colocar essa luta para baixo, desenvolver o jogo de chão e pegar (finalizar)”, concluiu.

Quatorze das 32 vitórias anotadas no cartel de Renan Barão vieram através de finalização. No UFC, o peso-galo tem duas vitórias por nocaute, duas por finalização e três triunfos conquistados na decisão dos juízes.





Por: Ag. Fight
Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário