sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Gustafsson condena briga entre Jones e Cormier: 'Foi infantil e ridícula'

Escalado para enfrentar Jon Jones em revanche histórica no UFC 178, dia 27 de setembro, em Las Vegas, Alexander Gustafsson viu seu sonho ir por água abaixo depois que lesionou seu joelho durante treinamentos para a disputa. Em seu lugar, entrou Daniel Cormier, rival americano que cultiva uma rivalidade aflorada com o atual campeão meio-pesado. Maior prova disso aconteceu na últimate segunda-feira, em evento promocional para o show, onde ambos acabaram brigando durante uma encarada tensa.

Em entrevista ao canal de TV sueco SVT Sport, Gustafsson deu sua opinião sobre o ocorrido e condenou a atitude dos lutadores que acabaram chegando às vias de fato e passando uma imagem ruim do esporte para o mundo.

- O que eu posso dizer? Eu acho que isto (a briga) foi infantil a esse ponto. Somos profissionais e temos de dar o exemplo e representar o esporte da melhor maneira o possível. Eu só acho que foi ridículo - declarou o lutador suceso.

O meio-pesado ainda avaliou a situação de seu joelho lesionado e comentou a perda da posição de desafiante da categoria. Segundo ele, a revanche contra Jones é seu maior foco.





- Realmente quero o cinturão, quero ter uma nova chance pelo título. É nisso que estou focado. Este é o meu objetivo, mas agora os meus pensamentos estão em recuperar minha condição o mais rápido possível. Fiquei muito decepcionado. Um duelo contra Jon Jones é algo que realmente quero. Todo mundo sabe, todo mundo quer ver esta disputa - explicou.

Por: LANCEPRESS!
Foto: UFC

Nenhum comentário:

Postar um comentário