sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Dana White rejeita promoção de luta da Nova União: "Não precisa disso"

Líder da equipe Nova União, o treinador Dedé Pederneiras disse no início desta semana, em entrevista ao Combate.com, que se reuniria com seus atletas para orientá-los a pensar mais no lado "business" do MMA e nas promoções das lutas. Na terça-feira, foi vista a primeira ramificação dessa mudança de atitude: o empurrão de José Aldo em Chad Mendes numa encarada no Maracanã, em evento de divulgação do UFC Rio 5, ou UFC 179. O presidente do Ultimate, Dana White, discordou da nova posição adotada pela equipe. Em entrevista ao site oficial da organização, o dirigente afirmou que os lutadores precisam se preocupar apenas em lutar.

- Acho que os caras simplesmente não deviam tentar. Chael (Sonnen) tinha (a capacidade de promover lutas com palavras). Conor McGregor tem isso. Esse cara sabe lutar e falar. Acho que alguns caras que não falam tão bem quanto outros acham que precisam falar mais. Não, não precisa disso. Você precisa ser um grande lutador. Contanto que você seja um grande lutador, ninguém dá a mínima para essas outras coisas. Sim, alguns caras podem se destacar um pouco mais, mas se você tem talento, você vai chegar aonde quer chegar de qualquer forma - argumentou Dana.





Em entrevista ao site do canal "ESPN" no dia seguinte ao empurrão, José Aldo admitiu que havia tentado dar uma apimentada na luta com o empurrão após a conversa com sua equipe, mas disse que estava arrependido. Suas palavras foram interpretadas como uma admissão de que a confusão havia sido premeditada. White, porém, disse ter conversado com o campeão dos pesos-penas do UFC e afirmou que a altercação foi real e orgânica, e não fabricada.

- Isso já aconteceu antes, Aldo disse, "Não foi isso que eu falei". Ele disse que não forjou, o empurrão foi real. Mas toda vez que eles dizem algo em português e é traduzido para o inglês, fica embaralhado na tradução. Recebi uma ligação (uma vez) que (Renan) Barão tinha dito que não estava recebendo dinheiro suficiente. Então, nós ligamos para ele e ele disse que nunca disse isso - disse o dirigente.

Por: Combate
Foto: André Durão

Nenhum comentário:

Postar um comentário